Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Andrea Iannone reagea a críticas de Dovizioso

20 de Dezembro, 2016

Faltaram talvez alguns pequenos detalhes para ganharmos, mas nós estávamos lá."

Fotografia: AFP

Andrea Iannone respondeu às críticas pessoais feitas por Andrea Dovizioso nos últimos tempos. Os dois tiveram relação turbulenta dentro da Ducati em 2016. Dovizioso disse ao jornal La Gazzetta dello Sport: "Não me importo com a falta de respeito de Iannone". Ele ainda acusou o piloto e "todo o seu grupo" de comportamento repreensível. Uma semana depois, Iannone respondeu às críticas.

"Eu odeio pensar desta forma. Nos conhecemos há muito tempo, desde quando andava com o meu irmão de mini-moto. Na minha opinião, não há uma grande amizade, mas existe respeito", esclareceu o piloto da Suzuki. Eu o respeito bastante como homem e como piloto, então na pista há uma rivalidade naturalmente."

Andrea acredita que o episódio que agitou a relação entre os dois foi o incidente ocorrido na Argentina, quando bateu em Dovizioso na luta pelo segundo lugar a 100 metros da bandeirada. Para Iannone, pedir desculpas por isso não foi suficiente. "O que aconteceu na Argentina não ajudou.

Você pode se desculpar mil vezes, mas é inútil. Eu acho que para ele foram dois anos com um companheiro difícil de bater, exactamente como foi para mim", explicou 'The Maniac'.  Iannone venceu neste ano a primeira corrida para a Ducati na MotoGP desde 2010 com Casey Stoner.

"Foi uma grande vitória e a temporada no geral foi positiva. Eu tive a minha primeira vitória na MotoGP, levei a Ducati a uma vitória depois de um longo tempo. Quase sempre lutamos pelo pódio, e quando caí também sempre estive bem. Eu caí muitas vezes, mas fiz isso porque eu estava à procura de algo mais”, afirmou.

A temporada foi marcada por quedas e uma lesão que manteve Iannone fora de três corridas. "Foi uma pena, porque especialmente na segunda metade da temporada. A Ducati era muito competitiva. Faltaram talvez alguns pequenos detalhes para ganharmos, mas nós estávamos lá."