Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola atinge objectivos no Africano das Maurcias

20 de Setembro, 2018

Angolanas apuraram-se para o Mundial da Coreia do Sul

Fotografia: Jos Cola| Edies Novembro

Angola conseguiu, recentemente, dois feitos importantes no Campeonato Africano de Ténis de Mesa para seniores e veteranos, disputados na cidade de Port Louis, Ilhas Maurícias. No sector feminino, a Selecção Nacional garantiu o apuramento para o Campeonato do Mundo de 2020, a decorrer na Coreia do Sul, por força do sexto lugar alcançado. A proeza coube a tripla Gerusa Borges, Isabel Albino e Rute Tavares.
Em veteranos, numa inovação da Confederação Africana, o lendário Filomeno Fortes sagrou-se vice-campeão africano ao perder na final com o marfinense Traoré Abdoulayé.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Filomeno Fortes mostrou-se bastante satisfeito com a conquista da medalha de prata.
\"Não foi fácil chegar a final. Foi um campeonato muito disputado com a participação de nove atletas. Ambicionava a medalha de ouro, mas não foi possível. De qualquer forma, estou feliz com a prata\", disse radiante o antigo presidente da Federação Angolana de Ténis de Mesa (FATM).
Filomeno Fortes enalteceu a iniciativa da Confederação Africana, apesar de o torneio contar com a participação de nove integrantes.
\"A ideia é bastante louvável. Embora peca por ser tarde, mas valeu a intenção. Foi maravilhoso rever os velhos amigos e adversários de longa data\", disse.
O \"Africano\" de veteranos é reservado aos ex-atletas dos 45 aos 55 anos de idade.
Na classe masculina, Angola falhou o apuramento ao se classificar na oitava posição com Domingos Manuel, Aléssio Piter e Elizandro André.
Além do país anfitrião, participaram na competição continental as representações de Angola, Congo Brazzaville, Egipto, Nigéria, República Democrática do Congo, África do Sul e Marrocos.                         
AB