Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola augura medalhas na prova de corta-mato

PEDRO FUTA - 08 de Agosto, 2019

Fotografia: Aro Martins | edies novembro | Hula


A selecção nacional de Angola pode aumentar o número de medalhas, caso consiga hoje um lugar no pódio da prova de corta-mato a disputar-se a partir das 7h30, na floresta da Ilha do Cabo. O torneio inserido na 10ª edição dos Jogos da SARPCCO tem um percurso de 10 quilómetros e estão inscritas 65 atletas, dos quais 40 masculino. 

Depois de ter conquistado 18 medalhas (cinco de ouro, cinco de prata e oito de bronze) durante o campeonato de pista nos dias cinco e seis do corrente no Estádio dos Coqueiros, o objectivo passa por obter mais medalhas, segundo o treinador da selecção nacional, Augusto Seco.

\"Estamos de parabéns. O objectivo está a ser cumprido. Até o momento, estamos entre os três primeiros classificados da tabela geral de classificação de medalhas. Hoje, vamos procurar aumentar o número de medalhas e melhorar as marcas pessoais\", disse.

O Zimbabwe lidera o quadro de medalhas com 42, sendo 13 de ouro, 15 de prata e 14 de bronze. A Namíbia vem a seguir com 11 de ouro, 11 de prata e seis de bronze. Angola ocupa a terceira posição no pódio.

Participam da 10ª edição dos Jogos da Organização de Cooperação dos Chefes de Polícia da Região Austral de África (SARPCCO) oito selecções, mormente, a anfitriã Angola, África do Sul, E-swatini, Botswana, Moçambique, Namíbia, Zâmbia e Zimbabwe.

A República Democrática  do Congo e o Malawi não se fizeram presentes por razões desconhecidas.

As provas de atletismo, o angolano Edson de Oliveira venceu a prova de 110 metros barreiras com a marca de 14s01, seguido do zimbabweano Roy Zacarias (15s72) e do namibiano Wencoslaus Klasman (15s75).

Nos 100 metros planos, o zimbabweano Dikson Kamongeremu terminou em primeiro com o tempo de 10s06, seguido pelo Eswatino Sibusiso Massenswa (10s08) e do zambiano Hazemba Chindamba (10s26).

Nos 200 metros livres, o Eswatino Sibusiso Matsengwa cronometrou 20s64, seguido pelo namibiano Ernest Narib (20s65) e pelo zimbabueano Dikson Kamungeremu (21s24).

Nos 400 metros planos, o zimbabweano Roy Zacarias venceu com o tempo de 54s54, seguido pelo moçambicano Rui Quissimisse (55s28) e o zimbabueano Austim Ndongue (56s06).