Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola baixa cota de árbitos

Silva Cacuti - 09 de Junho, 2015

Patrícia Costa esteve a ajuizar partidas no torneio internacional de Montreux

Fotografia: Jornal de Desportos

A juíza Patrícia Costa é a única árbitra angolana, chamada a tomar parte da 42ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins, que se disputa na localidade francesa de La Roche Sur Yon de 20 a 27 do corrente.  A indicação baixa a quota de Angola em relação à edição de 2013, quando organizou a prova e deu quatro juízes.

Reagindo à indicação, a juíza mostrou-se satisfeita, mas apreensiva por entender que tal não dignifica a arbitragem angolana. “Esta indicação é o reconhecimento das minhas capacidades, para mim é uma honra e vou procurar dignificar o país, mas tenho de dizer que é lamentável e não nos dignifica, que apenas um árbitro angolano seja chamado para essa competição. Digo isso porque conheço os meus colegas e sei que também estão em condições de apitar no mundial.

Espero que  seja uma decisão do comité organizador no sentido de cada país ser representado apenas por um árbitro”, comentou.  Patrícia Costa esteve recentemente a ajuizar partidas no torneio internacional de Montreux. Angola conta com um quadro de seis árbitros internacionais, dois dos quais, Sérgio Zumba e Mária José credenciados em 2012. No mundial que Angola acolheu, participaram os árbitros Nascimento Pedro, Patrícia Costa, Jorge Borges e Edelfrides Cipriano.

Em regra o Comité Internacional de Arbitragem (CIA) convoca entre dez a 12 árbitros a estarem no mundial. A Selecção Nacional prepara-se em Portugal para o 42º Campeonato do Mundo em que está inserido no grupo A preliminar, ao lado da Holanda, França e Espanha.