Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola e Portugal assinam protocolo

Rosa Napoleão - 18 de Novembro, 2014

Uma das salas da Galeria dos Desportos acolhe esta tarde a assinatura do protocolo

Fotografia: Jornal dos Desportos

Um protocolo de cooperação vai ser assinado hoje às 14h00, entre a Federação Angolana de Ginástica e a sua congénere portuguesa, acto a decorrer numa das salas da Galeria dos Desportos, sita no Complexo da Cidadela, em Luanda, no âmbito do desenvolvimento da modalidade entre os dois países. Auxílio Oliveira Jacob, presidente da Federação Angolana de Ginástica e João Paulo do Nascimento Rosa, presidente da Federação Portuguesa vão ser os subscritores do protocolo de cooperação.

O dirigente da ginástica de Portugal encontra-se em Angola, desde sábado. O responsável desportivo já efectuou várias visitas de inspecção, acompanhado dos membros da Federação angolana. A província do Huambo foi a privilegiada no último fim de semana,  recebeu a visita da entidade portuguesa. As visitas começaram nas instalações desportivas onde se desenvolve a modalidade, reuniões com os membros da Associação provincial de ginástica do Huambo e culminou com um encontro com as entidades do governo local.

Para além da assinatura de cooperação, agendado para hoje, às 14 horas, o dirigente luso deve ser  recebido por uma entidade do Ministério da Juventude e Desportos para breves considerações. Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Federação Angolana de Ginástica, Auxílio Jacob, referiu que o memorando surge em função do bom desempenho da modalidade nas provas internacionais. “Temos vindo a mostrar uma grande evolução desde que começámos a competir a nível internacional, tanto com a selecção de ginástica rítmica, “tumbling” e conjuntos e agora com a rítmica.

Isso reflectiu-se nos últimos resultados que obtivemos, aquando da  participação no Zonal VI, campeonato africano e nos mundiais. Todos estes pressupostos encorajaram a instituição portuguesa a oferecer o  apoio a Angola”, disse.Auxilio Jacob garantiu que o acordo vai trazer muitos benefícios para o país. “Teremos muitos ganhos com esta parceria, porque teremos facilidades na mobilidade dos nossos atletas para os estágios  pré-competitivos, assim como no ramo da formação dos técnicos e árbitros”.