Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola encerra ciclo preparatrio para a prova

11 de Janeiro, 2020

Comit Organizador garante xito da competio

Fotografia: AGUSTINHO NARCISO | Edies Novembro

As selecções de vela da classe 420 e 470 que cumpriram um intenso programa preparatório na Baía da Ilha do Cabo e na contra costa, tendo em vista o Campeonato Africano que arranca amanhã, em Luanda, até ao dia 18 do corrente, encerra hoje os treinos de adaptação as novas embarcações.
Sob comando técnico dos seleccionadores Moisés Camota e Adilson Torres, as duplas nacionais cumpriram um intenso programa de preparação de dois meses na baia da Ilha do Cabo.
Ontem, a equipa técnica atarefou os atletas com treinos de adaptação as novas embarcações. Para o treinador da classe 470, Adilson Torres, os dois dias de treinos com as embarcações novas foram suficientes para que os atletas se encaixem melhor.
\"Os atletas têm feito as devidas interpretações de navegação e os níveis de ansiedade estão mais baixos nesta altura. Acreditamos que tudo está feito, para enfrentarmos os adversários e carimbar o passe\" disse.Antes da chegada das embarcações, a equipa técnica liderada por Adilson Torres, focou a preparação nos exercícios de velocidade, resistência e afinações nas técnicas de tripulação abordo da embarcação.
 A classe 420, sob comando técnico de Moisés Camota, limou as arestas nas técnicas de análises de campo regata, técnicas de largo, gestão da bolina, estratégias, , dinâmica estática, poupas, largadas e chegadas.
Desde a última quinta feira, a movimentação na sede do Clube Naval de Luanda, base da prova, é notória e aumentou consideravelmente com a chegadas das embarcações e alguns convidados internacionais e participantes do evento.
As equipas trabalham na montagem das zonas de apoio para acomodação das embarcações, espaços para \"briefings\" e outros atractivos do evento.
Trabalham ao serviço da Selecção Nacional, os velejadores Francisco Artur  Edvaldo Torres, Matias Montinho Paixão Afonso, Paulo Amaral Lúcia Felgueira, Paulo Almeida Leonildo Feliciano, Domingas Huambo Aline Lourenço  Osvaldo da Gama e Lúcio Fernandes Geovani da Cruz.
A selecção da classe 420, sob comando técnico de Moisés Camota, prepara as duplas compostas por Miguel Fiel  José Manásseis, Mário Domingos Francisco Kilombo, José Ventura  Paulo Afonso, Feliciana da Silva Teresa Jamba e António Manásseis Chivaja.A cerimónia de abertura do evento esta prevista para as 15h00 de amanhã, nas instalações do Clube Naval de Luanda.
Entretanto, a dupla portuguesa da classe 420 constituída pelos velejadores Manuel Ramos e Martin Mastbaum, estão na capital do país, Luanda, desde a tarde de ontem, de acordo com o presidente do conselho técnico da Federação Angolana dos Desportos Náuticos (Faden), Nuno Gomes. Moçambique foi a primeira selecção a chegar ao país.
Estão também em Angola 11 juízes de diferentes países, enviados pela World Sailing (Federação Internacional de Vela).