Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola faz estreia no Mundial

Rosa Napoleo - 04 de Abril, 2019

A atleta angolana apenas deve faz-la na especialidade de Espada em cadetes

Fotografia: Edies Novembro

O Campeonato do Mundo de Esgrima agendado para 6 a 14 de Abril na cidade de Toruna, Polónia, vai contar com a presença de uma atleta angolana. Trata-se de Florinda de Carvalho, de 13 anos de idade, residente em Portugal. A atleta afecta ao clube do Colégio Militar em Lisboa já tem feitos na especialidade de espada.
A participação de Angola na competição surge por meio de um convite feito pela Federação Internacional de Esgrima. O país consta da lista das Federações mais modestas do mundo. Por ter uma idade inferir, Florinda de Carvalho não pode competir nas duas categorias em disputa do evento. A atleta angolana apenas deve fazê-la na especialidade de Espada em cadetes.
Antes da competição, Florinda de Carvalho vai participar do estágio (campo de treino) para trocar as experiências com as atletas alistadas para o presente Mundial e elevar os níveis competitivos.
A participação de Florinda de Carvalho no Mundial da Polónia conta com préstimos da Federação Internacional de Esgrima e da Federação Angolana. A instituição internacional assume as despesas mínimas na competição.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Federação Angolana de Esgrima, Domingos Pascoal, esclareceu que \\\"as responsabilidades maiores já foram pagas\\\".
\\\"Estamos a fazer o que faltava. Apesar de ainda não termos recebido nada do orçamento do Estado angolano, que nos está prometido, recorremos a algumas Federações amigas (no caso a de Andebol) e pedimos um empréstimo financeiro\\\", revelou.  
O dirigente refere que até os pais da menina contribuíram para a saída da mesma.
\\\"Todos estamos envolvidos nos gastos. Os pais dela, por exemplo, pagaram o uniforme completo da atleta. Não fica barato\\\", disse. 
O dirigente refere que a escolha da atleta residente em Portugal foi propositado para diminuir os custos da competição. Os bilhetes de passagem estão pagos, assim como os alojamentos e equipamentos.
\\\"Pensamos levar a Florinda de Carvalho, porque nos fica mais fácil sair de Portugal para o palco da competição, do que noutro lugar como Angola\\\", justificou. 
A comitiva angolana parte este sábado para Lisboa, onde faz a escala para ao palco da competição. O grupo integra o treinador português Hélder Alves, o presidente da Federação Angolana de Esgrima, Domingos Pascoal, e a atleta Florinda de Carvalho.
De lembrar que a esgrima angolana já esteve representada em várias competições internacionais com os atletas Adilson António, Marcos Romero e Francisco Manuel. No ano passado, Angola esteve em Barcelona e na Alemanha a competir no Taça do Mundo e obteve ainda o nono lugar no Campeonato Africano de 2014 na Argélia.