Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola ganha novos treinadores

Pedro Futa - 03 de Setembro, 2018

Reforo na qualidade de treinadores vai reflectir-se na formao

Fotografia: Jornal dos Desportos

Mais de vinte monitores receberam sábado, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, diplomas de treinadores de nível um no final do curso ministrado pela Associação Internacional  de Federações de Atletismo (IAAF). O curso, com a duração de duas semanas, teve como prelectores o português Daniel Leandro e a caboverdiana Glenda Aguilar.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Daniel Leandro considerou  o curso positivo.
\"O balanço é positivo. Os 24 formandos aprovaram com sucesso e alguns treinadores estão habilitados a participar do curso de nível dois\", disse.
O prelector citou Alaine Baptista e Jesus Lameira como os que tiveram o melhor aproveitamento.
\"Os formandos Alaine Baptista e Jesus Lameira, ambos da província de Luanda, tiveram o melhor aproveitamento e estão habilitados a participar do curso de nível dois\" frisou.
O secretário de Estado para a Política Desportiva, Carlos Almeida, congratulou a IAAF e a Federação Angolana de Atletismo pela iniciativa.
\"Congratulo a Federação Angolana de Atletismo e a IAAF pela iniciativa que tiveram em formar novos treinadores e materializar o objectivo do Estado que é apostar na formação dos agentes desportivos\", enfatizou.
O secretário de Estado disse que o Executivo junto dos parceiros directos apostam na formação e na construção de infra-estruturas desportivas.
\"O Executivo, no seu Plano Nacional de Desenvolvimento 2018-2022, aposta na formação, construção de infra-estruturas e a disponibilização do material desportivo em todo o país. Isso vai concorrer para a massificação do desporto  e só será possível junto dos nossos parceiros directos, mormente, as Federações Nacionais\", disse.
O governante pediu aos formandos a colocarem em prática tudo que aprenderam no curso.
\"Peço aos novos treinadores a colocarem em prática tudo aquilo que aprenderam. A formação faz parte dos pilares estruturantes para termos um desporto sustentável\", defendeu.
A província do Cunene tem, pela primeira vez, um treinador de nível um, depois de 43 anos de independência nacional. Trata-se de Aguinaldo Xavier. O jovem treinador mostrou-se regozijado em participar da formação e prometeu contribuir no crescimento do atletismo na sua circunscrição.
\"Estou feliz em participar do curso. Por ser o primeiro treinador com formação de nível um, vou colocar em prática tudo o que aprendi e fazer com que o atletismo cresça na minha província\", prometeu.
O melhor aluno do curso, Alaine Baptista, promete trabalhar no município de Viana em Luanda.
\"Temos o campo do Olimpáfrica. Embora seja pelado, vamos aproveitá-lo para trabalhar com os recursos humanos existentes\", frisou o também atleta do Petro de Luanda.
João Sola, treinador que veio da província do Uíge, agradeceu a Federação Angolana de Atletismo e ao governo das terras do café.
\"Agradeço a Federação Angolana de Atletismo e ao governador Pinda Simão por terem custeado a minha deslocação a Luanda para fazer o curso. A Associação Provincial de Atletismo do Uíge está a criar as condições para a prática do atletismo naquela região\", disse.
Participaram do curso 24 monitores das províncias do Zaire, Huíla, Namibe, Lunda-Sul, Lunda-Norte,  Luanda, Malanje, Cuanza-Sul, Benguela, Bié, Cuanza-Norte, Cunene, Huambo, Uíge e Cabinda.
A acção formativa com conteúdos teórico-práticos decorreu no Estádio dos Coqueiros entre 20 a 31 de Agosto e enquadra-se no âmbito das responsabilidades e das actividades do ciclo Olímpico 2016-2020 da Federação Angolana de Atletismo.

ATLETISMO
Adriano Nunes volta a São Silvestre


A Federação Angolana de Atletismo, liderada por Bernardo João, anunciou, sábado, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), Adriano Nunes como o  novo director da São Silvestre de Luanda, prova que se disputa no dia 31 de Dezembro.
Em declarações à imprensa, Bernardo João disse que existe um grupo de conselheiros com quem a Federação prefere trabalhar este ano na realização da São Silvestre de Luanda.
"Temos um grupo de conselheiros na Federação Angolana de Atletismo, que sempre deram o seu contributo para o desenvolvimento da modalidade e não queríamos deixá-los de parte. São os casos de Bernardo Manuel, André Kitongo, Carlos Teixeira, Erlindo Lidador e Adriano Nunes. O último escolhemos como director da prova", disse.
Para a Comissão Coordenadora da São Silvestre 2018, a Federação Angolana de Atletismo elegeu Bernardo João, João Ntyamba, Gertrudes Sepulveda e José Francisco como membros de apoio do Governo Provincial de Luanda.
Pinto Diogo foi eleito para a Comissão de Juízes e Cronometristas, enquanto para o secretariado foram escolhidos Abel Isaak e Manuel Inglês. Para a Comissão de Comunicação e Marketing foram seleccionados Joaquim Dombaxe e Jacinto Júnior.
João da Cruz, Marcos Catito e Genivaldo Dias vão ocupar a comissão de apoio logístico e protocolo.
Para a Comissão de Prémios foi eleito Francisco Domingos, enquanto João Mulima ficou com a subcomissão médica. Filipe Oliveira, Samuel Dengue e Francisco Nunes vão ocupar-se do tratamento de dados e Vivaldo Kitongo ficou com a Comissão de Transportes.
A Federação Angolana de Atletismo vai fazer o lançamento da prova nos próximos dias, segundo Joaquim Dombaxe, membro da Comunicação e Marketing.