Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola marca participao no Mundial de Fisioculturismo

PEDRO FUTA - 14 de Maio, 2018

Sina Teresa viaja motivada para repetir a proeza passada.

Fotografia: DR

A campeã nacional de culturismo na categoria de \"wellness fitness\", Sina Teresa, representa o país no Campeonato Mundial Alnard Classic a decorrer de 18 a 20 do corrente na África do Sul. No evento da Internacional Federation of Bodybuilding - IFBB (Federação Internacional de Fisiculturismo em tradução livre de inglês, Angola faz-se também representar por todos os vencedores do Angola Ultimate Classic 2018.
No certame realizado a 5 do corrente, no Centro de Conferência de Belas, foram apurados vencedores nas categorias culturismo, men\'s phisyque, men\'s short, wellness fitness e biquíni fitness. Compõem a lista os atletas Sérgio Faria (campeão absoluto de +90 kg), Rúbem Suana (campeão de 80kg), Pedro Pitchu (vencedor bodybuilding - 90kg), Miguel Alberto (medalha de ouro no Men\'s Short - 1,74m), Gelson Silva (campeão Men\'s Phisyque - 1,74m), Hilário Pinto, Osmany Clemente, Yuri Valentim, Roberto Barreto, Denny Sexy, Nuno Lote, Sina Teresa, Sandra Júnior, Cleide, Jade, Elaine, Tatiana e Ariana Martins, segundo o presidente do IFBB Angola, Bráulio Martins.
SINA PRETENDE
FICAR NO TOP 10
Em entrevista ao Jornal dos Desportos, Sina Teresa assegurou a pretensão de repetir a proeza alcançada em 2017, no Alnard Classc Brasil.
\"Estou preparada e pretendo ficar entre as 10 melhores atletas do mundo. Em 2017, consegui o nono lugar no Brasil. Na competição da África do sul, o objectivo é o mesmo\", disse.
A atleta do Team Power Girls SS clama a apoios à equipa.
\"Somos duas atletas: Sina Teresa e Sandra Júnior. A organização vai custear apenas as despesas de passagem e de alojamento para os campeões de cada categoria. A Sandra Júnior ocupou o terceiro lugar e, por isso, vai ter de pagar as suas despesas. Peço às pessoas de boa fé a ajudarem a minha equipa. Para o efeito, contactem-nos na sede do Team Power Girls SS\", declarou.
Sina Teresa lamentou o custo do equipamento a usar nas provas mundiais.
\"O material desportivo, que usamos nas competições mundiais, é dispendioso. Só conseguimos obtê-lo no exterior do país. A título de exemplo, um biquini custa 200 euros e os suplementos rondam acima dos 10 mil kwanzas\", lamentou a campeã nacional.
Até a realização do evento na África do Sul, Sina Teresa vai submeter-se a uma rigorosa dieta. O processo de emagrecimento vai custar-lhe oito quilogramas. Nesse momento está a pesar 68 quilogramas. Na fase de tonificação (competição), a angolana deve mexer a balança até 60 quilogramas.
Os campeões do Angola Ultimate Classc 2018 já obtiveram a carteira profissional, um pressuposto que os permite participar de todas as competições internacionais.