Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola pode falhar Africano

Álvaro Alexandre - 10 de Abril, 2014

Campeonato Africano, agendado para Maio próximo, na Tunísia.“

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Federação Angolana de Taekwon-Dó, Carlos Mupei, revelou no Lubango, que Angola pode falhar a sua participação no Campeonato Africano, agendado para Maio próximo, na Tunísia.“Temos o Campeonato Africano agendado para o dia 25 de Maio na Tunísia, mas acreditamos que não vamos participar nesse evento porque estamos com   défice de  atletas a nível nacional”, disse. Carlos Mupei justificou que os únicos atletas que aparecem sempre em melhores condições técnicas são os das equipas da Huíla e acrescentou que a província é que tem estado a fornecer o grande número de atletas para integrar as selecções nacionais de ambos os sexos.

O dirigente salientou que com a realização dos torneios regionais Norte e Sul, a federação está à procurar outros valores. “Para não sermos sempre repetitivos com os mesmos atletas a participar nos campeonatos internacionais e porque são eles que vencem sempre em competições internas.”Carlos Mupei confessou que outro problema sério se prende  com os atletas de algumas equipas cujos treinadores e dirigentes não permitem que façam parte da Selecção Nacional.

“Isso também causa um défice muito grande.”Por outro lado, o vice-presidente para a área técnica da Federação Angolana de Taekwon-dó, Salomão Lumbo “Flash”, anunciou a participação de Angola no festival da juventude em Gaberone, Botswana, para o qual se preparam três atletas angolanos.Salomão Lumbo “Flash” aclarou que a organização do evento solicitou primeiro três atletas da classe masculina e igual número em femininos.

“À última hora disseram-nos que Angola só vai participar com três atletas masculinos. Por isso, já estamos a trabalhar com esses taekwondistas.”Sem revelar as categorias de peso que vão competir no festival da juventude em Gaberone, o vice-presidente para área técnica confirmou que  encontram-se em preparação oito atletas dos quais  vão ser escolhidos três para participar no certame.O dirigente disse ainda que o director técnico nacional da federação está  na Correia do Sul para inscrever todos os atletas graduados com cinturões negros ainda não reconhecidos pela Federação Mundial de Taekwon-dó.