Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola viaja hoje para Montreux

24 de Março, 2013

: Depois do estágio em Portugal Angola vai à Suíça para aumentar os níveis competitivos

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional de hóquei em patins viaja hoje para Montreux, Suíça, palco da 65ª edição da Taça das Nações, a realizar-se de 27 de Março a 2 de Abril, depois de cumprir um curto estágio competitivo em Viana do Castelo, Norte de Portugal.

A participação da selecção nacional na Taça das Nações está inserida na preparação para o Mundial que Angola acolhe de 20 a 28 de Setembro próximo nas cidades de Luanda e do Namibe.

A Selecção Nacional joga a primeira fase da Taça das Nações inserida no Grupo B, ao lado das congéneres da Alemanha, França e Suíça.
O calendário de jogos do Grupo B prevê o primeiro jogo da selecção angolana diante da Alemanha, que substituiu a Argentina, no dia 27. A França e a Suíça defrontam-se para completar a jornada.

No dia seguinte, a Selecção Nacional joga diante da França, enquanto a Alemanha mede forças com a Suíça. Encerra a primeira fase a defrontar a equipa anfitriã, a Suíça, no dia 29, enquanto a França vai jogar com a Alemanha.

Para a Taça das Nações, em Montreux, Orlando Graça levou os atletas Kirro, Pedalé, Tiago Sousa, Rui André, André Centeno, Márcio Fernandes, Big, Joy, Mamícua, Hugo (guarda-redes), Paizinho e João Pinto, jogadores que evidenciaram bom momento de forma desportiva na penúltima partida amistosa diante do Juventude de Viana de Castelo, em que o combinado nacional venceu por 4-1.

A grande baixa é o médio atacante do Juventude de Viana, Rui Miguel, que se vê a contas com uma rotura muscular contraída durante a disputa do torneio das Vindimas, no qual Angola revalidou o título.

A selecção nacional conquistou a quarta posição do torneio na edição de 2011.


PREPARAÇÃO
Federação satisfeita com apoios


A “forma célere e responsável” com que o Executivo tem tratado as questões ligadas ao Mundial de hóquei em patins, a realizar-se de 20 a 28 de Setembro próximo, em Angola, deixa satisfeita a Federação Angolana de Patinagem.

O presidente da FAP, Carlos Alberto Jaime fez esta declaração à saída da reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros, que dedicou um dos pontos à organização do mundial da modalidade.

Para Carlos Jaime, a organização do Mundial tem sido “acautelada pelo Executivo de forma célere e com muita responsabilidade”. A parte financeira está salvaguardada e o empreiteiro garante que até Julho vão estar prontos os pavilhões, devendo o de Malange receber o torneio internacional José Eduardo dos Santos.
O dirigente desportivo disse que durante a reunião foram analisadas algumas preocupações dentro das exigências da Federação Internacional de Rink Hockey.
Explicou que foram sugeridas alterações nos pavilhões, o aumento de balneários, a área VIP e elementos ligados à segurança. Falou ainda da necessidade de alguns arranjos exteriores para os pavilhões do Namibe e de Malange, pois Luanda já contemplava esses aspectos.

Carlos Jaime informou que a Comissão Económica do Conselho de Ministros orientou o Ministério das Finanças para resolver as questões ligadas aos gastos adicionais.


DIVULGAÇÃO DO MUNDIAL
Associação da Huíla
promove torneios


A direcção Provincial da Juventude e Desportos da Huíla, em parceria com a Associação de Patinagem, vai promover torneios de hóquei em patins nas instituições escolares do Lubango, no âmbito da divulgação do Campeonato Mundial, que o país organiza em Setembro, nas cidades de Luanda e Namíbe.

O director provincial da Juventude e Desportos da Huíla, Francisco Barros, disse que “Angola vai ser o primeiro país de África a acolher um Mundial de Hóquei em Patins, por isso, toda a contribuição deve ser dada”.

Francisco Barros referiu que o facto de uma das séries ser disputada na vizinha província do Namibe vai permitir acompanhar de perto o desenrolar da competição.
Francisco Barros sublinhou que existe  um trabalho aturado de massificação em algumas escolas do ensino público e privado com realce para a escola do primeiro ciclo do ensino secundário 1º de Dezembro, na Huíla, que conta com um clube de hóquei em patins.

“Queremos levar o exemplo da Escola 1º de Dezembro para outras escolas, a fim de também massificarem a modalidade e estarmos ligados à realização do Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins”, sustentou.
       GAUDÊNCIO HAMELAY, NO LUBANGO


ALTERNATIVA
Hotéis de Lubango aguardam hóspedes


A Huíla pode servir de “suporte indispensável” na organização do 41º Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins que Angola acolhe de 20 a 28 de Setembro próximo, nas cidades de Luanda e Namibe, defendeu no Lubango o director provincial da Juventude e Desportos da Huíla, Francisco Barros.

Pela proximidade que tem com a cidade do Namibe, O Lubango pode hospedar outras delegações e também adeptos que queiram acompanhar a disputa do Mundial.
 “A Huíla tem características próprias para a prática desportiva, está próxima do Namibe e dispõe de equipamentos hoteleiros e turísticos”.

O director provincial da Juventude e Desportos sublinhou que esses elementos fazem com que a Huíla seja o suporte incontornável da realização do Mundial.
O responsável pela política desportiva na província afirmou que a imagem do país vai correr pelo mundo como uma referência positiva.
       GAUDÊNCIO HAMELAY, NO LUBANGO