Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolano vice-campeo do CIV Invitational Blitz

lvaro Alexandre - 02 de Agosto, 2018

Fotografia: JD

O Mestre Internacional (MI) David Silva obteve a segunda melhor facturação do Torneio Internacional  de Abidjan, o CIV Invitational Blitz 2018. O atleta do Progresso Sambizanga foi vice-campeã da prova organizada pela Federação da Costa do Marfim de Xadrez (FIDEC), disputada de 25 a 29 do último mês, no Hotel Tiama de Abidjan-Plateau.
O último atleta do ranking com o Elo de 2319, entre os 10 convidados, o MI David Silva obteve 11 vitórias, quatro derrotas e três empates em 18 partidas. O angolano derrotou o MI  nigeriano Oladapo Adu, GM tunisino Slim Belkhodja (duas vezes), GM argelino Mohamed Haddouche, MI ugandês Arthur Ssegwanyi (duas vezes),  MI marroquino Mokliss El Adnani (duas vezes), MI nigeriano Oladapo Adu, GM sul-africano Kenny Solomon e MI zambiano Andrew Kayonde.
Perdeu diante do  GM sul-africano Kenny Solomon, GM egípcio Bassem Amin (duas vezes) e  GM argelino Mohamed Haddouche. Empatou com o MI malgaxe Fy Rakotomaharo (duas vezes) e o MI zambiano Andrew Kayonde.
Na classificação final, o GM Bassem Amin, do Egito, liderou com 14 pontos, seguido do MI David Silva (Angola - 12), GM Mohamed Haddouche (Argélia - 11), GM Kenny Solomon (África do Sul - 10,5), GM Slim Belkhodja (Tunísia - 10), MI Mokliss El Adnani (Marrocos - 8,5), MI Andrew Kayonde (Zâmbia - 8), MI Oladapo Adu (Nigéria - 7), MI Fy Rakotomaharo (Madagáscar - 5,5) e MI Arthur Ssegwanyi (Uganda - 3,5).
A Federação da Costa do Marfim de Xadrez organizou o certame,  no âmbito de apoio ao candidato GM Garry Kasparov,  ex-campeão mundial de xadrez da ex-União Soviética às eleições na FIDE, marcado para Batumi Place, Geórgia, palco da Olimpíada Mundial de Xadrez.