Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolano desqualificado na fase de acesso às medalhas

10 de Setembro, 2015

Atleta angolano Carlos Makiesse desferiu um golpe ilegal ao nível da barriga do maliano e falha medalha de bronze

Fotografia: Paulo Mulaza

O angolano Carlos Makiesse foi desqualificado do torneio de karaté dos Jogos Africanos Brazzaville2015, por os juízes considerarem ter usado um golpe ilegal no combate com o maliano Lamana Dabo para a categoria dos mais de 84 quilogramas. O combate destinava-se à fase de repescagem para a disputa da medalha de bronze da competição e envolvia os atletas derrotados por um dos finalistas.A dado momento, Makiesse desferiu um golpe ao nível da barriga do maliano e este caiu. Após ter sido assistido pelo médico concluíram não estar em condições de prosseguir.

Em seguida a equipa de juízes que dirigia o combate anunciou a desqualificação do angolano por considerarem que dirigiu um golpe ao baixo ventre do adversário, considerado à margem das leis.Contactado pela Angop, o karateca afirmou que atingiu o adversário na barriga, o que é um golpe considerado legal.Para chegar a esta fase, o karateca 14 vezes campeão angolano, medalha de prata nos campeonatos africanos e multi-campeão do Zonal eliminou um namibiano por 9-1 e perdeu pelo mesmo resultado com um egípcio que chegou à final.O outro representante angolano, Aldo Vandi, foi eliminado na primeira fase ao perder com um maliano por 6-8 na categoria de menos de 75 quilogramas.

ANGOLANOS OCUPAM
DÉCIMO PRIMEIRO LUGAR

Com uma medalha de prata, Angola ocupa o 11º lugar no quadro geral de medalhas, quando se entra hoje no décimo dia de competições nos Jogos Africanos, em Brazzaville. A única medalha até ao momento foi conquistada pelo nadador Pedro Pinotes, segunda-feira, na final directa dos 400 metros estilos. De acordo com os objectivos apontados pela missão olímpica a este evento pluridesportivo, Angola pretende superar o 10º lugar na classificação final da edição anterior (Maputo2011).

Ontem, iniciou a competição para uma das esperanças de medalha para o país, o basquetebol, e hoje, entra outra, o andebol. Seguir-se-ão outros potenciais como o desporto adaptado e voleibol de praia.Na classificação geral do quadro de medalhas, o Egipto, com 26 de ouro, igual número em prata e 21 de bronze, lidera com um total de 73, seguido da África do Sul (vencedora em Maputo2011) com 55 (23-17-15).O Congo, país anfitrião, aparece na quinta posição com sete medalhas, sendo duas de ouro e cinco de bronze.  Foram já distribuídas no total, 223 medalhas, sendo 73 de ouro, 70 de prata e 80 de bronze. Dezassete países já subiram ao pódio.