Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos jogam hoje para o ouro

Rosa Napole?o - 13 de Dezembro, 2016

Jovens angolanos estão bem encaminhados para a conquista da medalha de ouro

Fotografia: José Soares

A dupla angolana constituída por Fernando André e Danilson Bento conseguiram ontem a qualificação para as finais na categoria de pares dos VII Jogos da Juventude da zona V do Conselho de Desportos da União Africana, que decorrem desde sábado nos courtes do Clube de Ténis de Luanda.

Os angolanos derrotarem nas meias-finais a dupla Ngoni Makambwa e Mehluli Sibanda, do Zimbabwe por dois sets a zero com os parciais de 6/3 e 6/2.
Nos oitavos de finais, a dupla Ngoni Makambwa e Mehluli Sibanda humilhou a dupla Anderson Ndala e Kondwani Phiri, do Malawi por dois setes a zero com os parciais de 6/1 e 6/0.

Fernando André e Danilson Bento defrontam hoje a dupla Thongoana Richad e Henning Phillip, da África do Sul, que derrotou nas meias-finais o conjunto do Lesotho composto por Motlojoa Kukutla e Makhakhe Neo. No confronto dos quartos de finais, a dupla angolana mostrou evidencias de qualidade e classe competitiva ao derrotar com muita facilidade a dupla Tidimane Innocent e Mabhechu Emmanuel, do Botswana por dois setes a zero com os parciais 6/2 e 6/3.

Os dois representantes nacionais são os únicos a somarem resultados positivos na presente competição, depois da eliminação da tenista Nádia Costa na primeira ronda da competição diante da sul africana Hashin Imanan. Para além da selecção nacional, participam da prova as equipas da África do Sul, Moçambique, Botswana, Malawi, Zimbabwe, Lesotho, Namíbia, Zâmbia e Swazilândia.

JOSÉ CHAMOLEIA
CONQUISTA OURO
NO ATLETISMO

O atleta angolano José Chamoela  conquistou ontem a medalha de ouro na especialidade T11 (deficientes visuais) na prova de 100 metros, com o tempo de 12s25. O angolano superou adversários da Namíbia (Alfred Bernardo) que terminou com a medalha de prata e com o tempo de 12s88 e (Moanat Peterson) da África do Sul na terceira posição com o tempo de 12s94.

A selecção nacional conquistou ainda uma segunda medalha (prata) por intermédio da  atleta da classe feminina, Catarina Francisco, na prova dos 100 metros T13, com o tempo de 14s24. Catarina Francisco mostrou maior resistência diante da adversária do Zimbabwe (Shelter Mwinga) com o tempo de 14s39, mas foi superada pela outra zimbabueana (Libetra Sheko) com o tempo de 14s15.

Até as 17h00, de ontem, a selecção da África do Sul tinha somado quatro medalhas de ouro,  duas de prata e três de bronze. Moçambique somou duas medalhas de ouro e o Zimbabué uma medalha de ouro, três de prata e cinco de bronze. As provas de atletismo decorrem no Estádio dos Coqueiros e terminam amanhã. José Chamoleia é uma pérola forjada nas escolas de atletismo adaptado da província do Huambo e é sucessor de Sayovo.
RN