Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos desfalcados no africano da Namíbia

19 de Agosto, 2016

Selecções competem na Namíbia

Fotografia: José Cola

As selecções nacionais de ginástica de júnior, juvenil e sénior em ambos os sexos vão desfalcadas ao campeonato africano de tumbling e rítmica, que vai se disputar na Namíbia de 28 deste mês a 4 de Setembro, informou quarta-feira, Nguesa Lukeni, secretária executiva da Federação Angolana de Ginástica (FAG).

De acordo com a responsável, o combinado nacional será representado com 26 atletas, ao contrário de 28 inicialmente planificado.
Avançou estarem descartados dois atletas: o medalha de ouro e prata de 2014 em rítmica, Horácio Alcobia que não recuperou de uma lesão antiga no braço e, Francisco Mutu que mostrou-se indisponível por problemas familiares.

“A selecção nacional está a trabalhar na província do Huambo desde a semana passada dado as condições climáticas daquela região do país, visando os atletas adaptarem-se rápido ao clima do país que acolherá a prova”, frisou Nguesa Lukeni.

Segunda a responsável, já estão no Huambo os atletas da província local, Bié e Benguela, enquanto Luanda e Huíla partem hoje, quarta-feira, para se juntar ao grosso, que tem como objectivo melhorar o número de medalhas de ouro da edição passada.
A prova que é disputada de dois em dois anos, Angola na edição passada (2014), conquistou 53 medalhas, sendo seis de ouro, 27 de prata e 20 de bronze.

A equipa nacional parte ao palco da competição no dia 25 deste mês, sobre orientação do seleccionador nacional de Tumbling, João Castelo (Português) e de Rítmica, Larissa Ribeiro (Brasil), e como chefe da caravana Elsa Pitra (vice-presidente da FAG).