Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos vo estagiar no Brasil para Jogos da Lusofonia

03 de Outubro, 2013

Atletas nacionais estagiam na Repblica Federativa do Brasil para os Jogos da Lusofonia a acontecer no ms de Novembro em Goa

Fotografia: Jornal dos Desportos

Velocistas angolanos vão estagiar a partir da próxima segunda-feira na cidade brasileira de Presidente-Prudente, visando a participação nos jogos da lusofonia de Goa, em Janeiro de 2014.

O presidente da Federação Angolana de Atletismo, Carlos Rosa, disse à Angop que vão preparar-se durante 18 dias naquele país os corredores (sete) Prisca Baltazar, Osvaldo Alexandre, Mauro Gaspar e Filipe Ngola, todos do Clube 1º de Agosto, para além de Florisvaldo Estêvão e Maurício Neto, ambos do Petro de Luanda. O atleta Moisés Pedro (1º de Agosto), do salto em comprimento, integra também a comitiva.

Os velocistas vão juntar-se ao grupo de bolseiros que estão na cidade de São Paulo, Felismina Cavela, Manuel António (Interclube), Keven Oliveira, Frankera Manuel e Madalena Sachimbambe, todos do Naval de Porto Amboim.Para além dos jogos da lusofonia, os atletas vão preparar também as provas Ibero-Americanas, em Junho, e os “africanos” de Agosto do mesmo ano, em Marrocos.

Os Jogos da Lusofonia deviam ter lugar entre os dias 2 e 10 de Novembro, em Goa, mas sofreram atrasos devido às infra-estruturas, que estão a ser construídas.
O presidente da Comissão Organizadora disse à agência Lusa que o objectivo é ter as infra-estruturas prontas a 10 de Outubro.

ILHAS COMORES
Fundista Alexandre João
corre meia-maratona regional

O fundista João Alexandre, afecto ao Interclube, vai ser o único angolano na meia-maratona regional que se disputa no próximo domingo em Moroni, Ilhas Comores. O atleta partiu ontem de Luanda, convicto de fazer uma participação condigna.

O presidente da Federação Angolana de Atletismo, Carlos Rosa, disse que Ernestina Paulino, atleta que também tinha sido seleccionada para representar o país na mesma competição, está adoentada.

“Em princípio, o João Alexandre vai sozinho, porque a Ernestina Paulino está adoentada, com paludismo. É lamentável, porque os dois foram os melhores angolanos na meia-maratona que se disputou recentemente em Luanda”, disse.

O fundista do Bié, João Alexandre, afecto ao Interclube, cronometrou 1h06min35s na meia-maratona Internacional de Luanda; foi o 10.º classificado da tabela geral da prova que juntou quenianos, etíopes, portugueses, eritreus e de outras nacionalidades. O fundista do Interclube já tinha sido o melhor angolano na edição de 2011 da São Silvestre de Luanda.  SILVA CACUTI