Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

rbitros fazem formao

Silva Cacuti - 23 de Agosto, 2014

rbitros angolanos participam hoje numa aco formativa no mbito da 13 edio do torneio Internacional de hquei em patins

Fotografia: Jos Soares

A formação acontece a partir das 10h00, numa das salas do Hotel Victoria Garden sob prelecção dos juízes portugueses Joaquim Pinto e Paulo Rainho.

“Na verdade não se trata de uma acção formativa como tal, mas um encontro de ‘refrescamento’, de partilha de conhecimentos, porque as coisas não são estáticas e cada jogo tem a sua história e incidências”, comentou Pedro Azevedo, vice-presidente da Federação Angolana de Patinagem (FAP).

Aspectos como o “anti-jogo e a linha de anti-jogo”, “power play”, “gravidade das faltas”, “grande penalidade no final dos tempos de jogo”, “acção disciplinar”,  “deslocação da baliza”, “levantamento da bola” vão dominar a conversa entre os homens do apito.

A arbitragem tem passado despercebida durante a disputa da Taça Zé Du, em que quase não se têm registado casos flagrantes na actuação dos juízes.

A prova reúne em Luanda três equipas angolanas, Académica, Juventude de Viana e 1º de Agosto, que se juntam ao misto de Maputo, Selecção da África do Sul, selecção júnior de Espanha, Sporting de Portugal e Andes Talleres da Argentina. 

Nove árbitros, entre  dois portugueses, um argentino e seis angolanos, estão a dirigir os jogos do torneio. À entrada da última ronda da fase preliminar o espanhol Pedro Gil, que actua pelo Juventude de Viana liderava a lista de melhores marcadores com oito tentos. A organização reserva um prémio equivalente a USD 1000 (equivalente a Akz 100.000) para o melhor classificado da prova.