Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Armstrong regressa competio

05 de Abril, 2013

Lance Armstrong quer voltar ao activo, agora na pele de nadador.

Fotografia: AFP

Lance Armstrong quer voltar ao activo, agora na pele de nadador. O norte-americano deseja participar no Masters South Central Zone Swimming Championships, no próximo fim-de-semana, no Texas. Uma competição de natação, de resistência, para veteranos.

A participação de Armstrong só é possível porque a prova está fora da alçada da USADA, agência que afastou o antigo ciclista de todas as competições, depois de dar como provado que ele tinha recorrido ao uso de substâncias ilegais - que mais tarde admitiu - e de não ter colaborado com a instituição.
Os responsáveis pela competição em que Armstrong quer participar já colhem os frutos de uma explosão mediática global.

Rob Butcer, director executivo da US Masters Swimming, disse que “a missão da organização é promover a natação” e que Armstrong, como membro da associação, tem o direito de competir.

Rob Butcher, director-executivo da US Masters Swimming, declarou que ninguém colocou objecções à participação de Armstrong nas provas organizadas por aquele organismo.

O Masters tem membros dos 18 aos 104 anos que não fazem testes anti-doping porque se depreende que todos cumprem as regras, acrescentou. O norte-americano pretende participar nas provas de 500, 1000 e 1500 metros, no escalão dos 40 aos 44 anos.

Fina impede participação


A intenção do ex-ciclista Lance Armstrong em retornar a uma competição desportiva foi impedida quarta-feira pela Federação Internacional de Natação (Fina).
A mais alta entidade da modalidade no Mundo cancelou a participação do atleta, afastado do desporto por doping, num torneio de natação para veteranos no próximo fim-de-semana, no Texas (EUA).

Em comunicado, a Fina disse que após tomar conhecimento da intenção de participação de Armstrong na competição, pediu aos seus organizadores para que cancelassem a inscrição do ex-ciclista, que perdeu os sete títulos da Volta a França.

Em Janeiro, Armstrong confessou em entrevista a Oprah Winfrey que utilizou substâncias ilegais para ser campeão em França. O ciclista também perdeu a medalha de bronze conquistada em Sydnei-2000.