Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Arranque da época atarefa associados

Hélder Jeremias - 13 de Março, 2014

Motocross, arranque da época atarefa associados

Fotografia: Jornal dos Desportos

A marcação da data da primeira prova do Campeonato Provincial de Motocross de Luanda, previsto para o final do mês em curso no circuito internacional “Jorge Varela” domina os temas de abordagem da reunião dos corpos sociais da Associação provincial, a ter lugar hoje, a partir das 18h00, na sede da instituição, localizada no Gamek.

O presidente da Associação, Alfredo Pitra, informou aos Jornal dos Desportos que o palco e a data da abertura do “provincial” podem ser mudados, em virtude do convite formulado pelas autoridades da província do Namibe para a realização de um Grande Prémio antes do fim de Março.

Pitra garantiu parecer positivo para a realização do certame, depois de no ano transacto os associados terem levado ao cabo uma prova naquela província. As boas características do circuito local são um pressuposto favorável à realização do Grande Prémio.

Alfredo Pitra disse que o facto das autoridades do Namíbe e de Malange apresentarem propostas para que todos os anos sejam disputadas provas nas respectivas províncias, leva os associados a fazerem uma análise sobre a possibilidade de inserir tais competições no calendário provincial.

Conforme o responsável, em caso de anuência dos associados, a competição pode deixar de ser “provincial”, passa a ser campeonato nacional a partir do próximo ano, uma vez que outras províncias como o Uíge, Lunda Norte, entre outras, também pretendem acolher as provas todos os anos.
 Helder Jeremias

MOTOCROSS
Jorge Varela
acolhe treinos


O circuito internacional “Jorge Varela” acolhe no próximo sábado, a partir das 10h00, duas sessões de treino com vista o arranque do campeonato provincial de motocross de Luanda, cujo palco e local são decididos hoje, durante a reunião técnica.
Os técnicos da Associação provincial deslocaram-se ontem à pista para avaliar os danos causados pelas fortes chuvas, que se abateram terça-feira sobre a cidade, ficaram satisfeitos por terem constatado estragos mínimos, acautelados pelas manutenções feitas no ano transacto.

O presidente da Associação, Alfredo Pitra, reconhece que as chuvas podem criar transtornos, razão pela qual a sua direcção espera contar com a colaboração dos parceiros do governo da província, mormente, a Edurb, Elisal, entre outros, para que as precipitações não inviabilizem as competições.

“Sobre os fenómenos da natureza, ninguém pode impôr-se, mas ficamos satisfeitos por não termos grandes estragos durante as últimas chuvas, ao contrário do que sucedeu noutras ocasiões. Todavia, contamos com os nossos parceiros para que, em caso de necessidade, possamos colmatar os problemas”, disse o responsável.
Helder Jeremias