Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Associao veta profissionais sem formao

Gaud?ncio Hamelay - Lubango - 15 de Dezembro, 2016

Ento, ns que estamos ligados rea, devemos prevenir j que no haja possveis acidentes, asseverou.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla anunciou tomar medidas rígidas a todos os instrutores que exercem a profissão sem formação específica, para evitar consequências negativas aos praticantes que acorrem aos ginásios.

 Juka Fernandes disse que o órgão que dirige vai trabalhar para mobilizar cada vez mais os professores de educação física e os técnicos que têm estado a prestar serviços nestes ginásios e ao ar livre, para aderirem ao projecto de formação profissional de instrutores de fitness de Angola.

 Admitiu existir muitos jovens que trabalham nestes ginásios, sem formação, porém, com a acção de formação que decorre seria uma mais-valia aproveitarem para actualizar os seus conhecimentos.

 “Gostaríamos que todos aderissem porque num futuro breve, a direcção provincial da Juventude e Desportos e a Associação dos Desportos Individuais local vão fazer visitas de inspecção aos ginásios e todos aqueles que não tenham formação, serão convidados a abandonar a actividade para não trazerem consequências negativas aos praticantes para não levarem lesões para as suas casas”, prometeu.

 Juka Fernandes adiantou ter tido uma conversa com médicos que o aconselharam a pautar pela rigorosidade médica, para todos aqueles que desejem aderir à ginástica. “Tive conversas com médicos que me aconselharam a alertar a todos que queiram aderir à prática de exercícios físicos num ginásio, a consultar primeiro um médico e o personal training que tenha formação.

Não pode dar exercícios sem formação. Nesta ordem de ideia, a formação é bem-vinda para actualizar os conhecimentos”, sustentou.
 Confirmou que alguns ginásios existentes na cidade do Lubango, têm já jovens formados e alguns não. Nesta ordem de ideias, sustentou, há mais elementos sem formação a prestarem serviços, por curiosidade, nestes ginásios da Huíla do que formados.

O dirigente desportivo pretende unir todos com formação para actualizarem os seus conhecimentos e continuarem a fazer um trabalho melhor nos ginásios, para evitar problemas graves para a nossa população. “Também temos estado a ver muitos jovens e adultos a aderir os ginásios existentes na Huíla, e ao exercício ao ar livre. Então, nós que estamos ligados à área, devemos prevenir já que não haja possíveis acidentes”, asseverou.
Gaudêncio Hamelay - Lubango