Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Associados acabam com a falsificação

Helder Jeremias - 16 de Março, 2016

Equipas pagam taxa de utilização do circuito Arena Interparques no km 30

Fotografia: Dombele Bernardo

A direcção da Associação Provincial de Desportos Motorizados e a promotora Rodas & Eventos garantem a implementação de medidas profiláticas com vista a acabar com a concorrência desleal na época'2016 do Troféu de Karting de Luanda, que arranca nos dias 2 e 3 de Abril no circuito Arena Interparques.

No final da reunião de sexta-feira em que teve como um dos pontos altos a nomeação de Ben Cabral, como representante da Associação de Pilotos de Karting de Luanda, os presentes foram unânimes em reconhecer a necessidade de se acabar com máfias e baixar os custos para tornar a modalidade mais competitiva e atractiva. Os pedidos das licenças desportivas vão ser emitidos pela Federação Angolana de Desportos Motorizados, mas os candidatos devem efectuar as aplicações junto da Associação Provincial com os emolumentos estipulados em 12 mil kwanzas, de acordo com uma nota a que o Jornal dos Desportos teve acesso.

Aos concorrentes que pretendam inserir-se no Campeonato Angolano de Karting, vão ser cobrados 20 mil kwanzas de taxa de inscrição, ao passo que as equipas passam a pagar o valor de dois mil kwanzas para cada dia de utilização da pista, o que perfaz um total de quatro mil kwanzas por cada jornada.

"As taxas têm como finalidade suprir os gastos com a manutenção e limpeza da pista, bem como outros custos relativos aos serviços que os pilotos vão dispor para que se sintam mais confortados no circuito do Interparques", lê-se na nota.

O documento esclarece que os cinco primeiros classificados vão ser submetidos às verificações técnicas (abertura de motores no final da corrida) e os infractores da categoria DD2 ORIGINAIS vão ser desclassificados, ou seja a penalização pressupõe a anulação dos pontos conquistados desde as jornadas anteriores.

A pista vai ter duas ou mais variantes para tornar o traçado mais fluído. A abertura máxima do eixo traseiro dos karts DD2 é de 1.40m. O combustível deve ser controlado; os métodos de controlo vão ser posteriormente avaliados pela entidade organizadora.

Cada piloto só pode inscrever um chassis e um motor para cada evento oficial. A troca de motor ou de chassis só pode acontecer em caso de acidente. A inscrição deve acontecer até 15 minutos antes dos treinos cronometrados.
HELDER JEREMIAS