Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Associao aposta em novos talentos

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 22 de Abril, 2016

Modalidade pode crescer no Lubango

Fotografia: Jornal dos Desportos

A descoberta de novos talentos a nível do xadrez nas instituições de ensino público, privado e empresas constitui uma das apostas da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla (APDIH).

 Vicente Silva, vice-presidente para o Xadrez na Associação Provincial dos desportos Individuais da Huíla confessou nesta quarta-feira em entrevista ao Jornal dos Desportos que o projecto visa expandir o desporto ciência em todos os recantos da província.

 “Estamos engajados em formar xadrezistas nas diversas escolas e empresas interessadas. O ano passado começamos com esse projecto de formação e expansão da modalidade na fábrica de Águas Preciosa e segunda-feira estendemos o programa na aldeia de crianças SOS”, disse.

 Vicente Silva referiu que a associação presta o seu apoio técnico, enquanto a principal patrocinadora nos talentos a despontar na aldeia de crianças SOS é a fábrica de Água Preciosa. “E, estamos a pensar alargar para outros municípios. O município da Chibia é a primeira localidade que pensamos já de imediato estender a pratica do xadrez. Nesta empreitada, vamos contar com o apoio da fábrica de Águas Preciosa que manifestou estar disposta em patrocinar”, garantiu.

 Afirmou que o desenvolvimento do xadrez na província caminha a bom ritmo e com perspectivas de melhorar. Adiantou existir já na Huíla xadrezistas de nível nacional, por isso, a associação vai continuar a trabalhar com estes jogadores e atrair outros.

 A inexistência de material desportivo para massificar o desporto ciência sobretudo relógios e tabuleiros de jogos, está a criar embaraço aos dinamizadores da modalidade naquelas paragens. “Temos muita deficiência em relógios e também precisamos de tabuleiros de jogos. Mesmo a aquisição de relógios a nível do país é muito difícil”, salientou Vicente Silva.

O Clube Ferroviário da Huíla que possui jogadores com bons níveis técnicos, escola nº 187 do bairro tchioco, núcleo da mitcha, Clube Desportivo da Huíla, são entre outras escolas que desenvolvem o xadrez nesta província.

 O arrancou no dia 15 do mês em curso os campeonatos provinciais da modalidade nos escalões de juvenis e juniores em ambos sexos,  na sala de jogos do clube ferroviário da Huíla. A prova termina no dia 30.