Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Atleta sul-coreano cai nas malhas do doping

28 de Janeiro, 2015

Ele ainda tem outras três medalhas de ouro, nos 200 metros livre em Pequim e Londres2012 e nos 400 metros livres em Londres.

Fotografia: AFP

Um dos maiores ídolos do desporto da Coreia do Sul, o nadador Park Tae-Hwan foi "agarrado" num exame antidoping realizado pela Agência Mundial Antidoping (Wada) em data não revelada. O anúncio do doping foi feito pela Team GMP, agência que cuida da carreira do atleta de 25 anos.

A empresa culpa um quiropata sul-coreano, que teria realizado um tratamento em Tae-Hwan com uma substância proibida no Código Mundial Antidoping. "Com um atleta de alto nível, Park Tae-Hwan tem sido extremamente cuidadoso com o que ele toma. Ele nunca ingeriu medicamentos proibidos e por isso nunca falhou aos exames. Park está mais chocado com esse resultado do que qualquer outro", alegou a agência.

De acordo com ela, o nadador passou por um tratamento quiropático num hospital local da Coreia do Sul, dois meses antes dos Jogos Asiáticos (em Julho de 2014, portanto) e teria recebido ali uma injecção com o medicamento proibido. "Na época, o hospital ofereceu a injecção e Park repetidamente perguntou se ela não continha substâncias ilegais.

O médico disse que não havia problema", contou a Team GMP, que promete tomar as providências legais contra o profissional. Park é o primeiro nadador sul-coreano a conquistar o ouro olímpico, feito alcançado nos 400 metros livre em Pequim2008. Ele ainda tem outras três medalhas de ouro, nos 200 metros livre em Pequim e Londres2012 e nos 400 metros livres em Londres.