Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Atletas homenageiam colegas

Francisco Carvalho - 17 de Outubro, 2014

Antiga nadadora Nádia Cruz é a presidente eleita da Associação de Atletas Olímpicos de Angola e participou de Jogos Olímpicos

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os atletas angolanos que participaram dos Jogos Olímpicos de Moscovo, em 1980, vão ser homenageados em gala a realizar-se no dia 25 do corrente, no Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda, à margem da palestra "Memórias do desporto e olimpismo nacional", numa iniciativa da Associação de Atletas Olímpicos de Angola.

O evento desportivo tem o início marcado para as 16h30 e vai contar com as prelecções do Dr. Rui Mingas, Eng. Augusto Teixeira "Tutu", Eng. Rogério Silva e Dr. Sardinha de Castro. A escolha dos "dinossauros" do desporto nacional tem um propósito: foram os precursores do sucesso do desporto em Angola.

Rui Mingas foi o Secretário de Estado que esboçou o caminho da integração de Angola no mosaico do desporto mundial. Durante a sua vigência à frente da Secretaria de Estado de Educação Física e Desportos, o hóquei em patins foi a primeira "embaixadora" a levar a bandeira nacional além fronteiras.

Rogério Silva elevou a imagem de Angola nos Jogos Olímpicos. Depois de assumir a pasta de presidente do Comité Olímpico Angolano, as comitivas nacionais deixaram de ser mais uma equipa, mas uma nação a ter em conta em diferentes modalidades. As selecções nacionais aumentaram o número de participações em cada edição de Jogos Olímpicos.

Sardinha Teixeira foi um dos homens que também dirigiu o Ministério da Juventude e Desportos. Durante o seu consulado, começaram a ser criadas as condições que culminaram com a homologação da Lei Nacional do Desportos e do Regime Jurídico das Associações Desportivas.

Para o efeito, a homenagem aos "primeiros embaixadores" olímpicos angolanos vai contar com a história do percurso do desporto nacional na primeira pessoa. Assim, Ilídio Coelho (100m), Rubén Inácio (200m) e Bernardo Manuel (5000m), na modalidade de atletismo; João Luís de Almeida (peso galo), Abílio Almeida Cabral (peso pluma) e Alberto Mendes Coelho (peso leve), no boxe; Marco Daniel (100m bruços), Francisco Lopes Santos (100m mariposa), Jorge Lima (100m-costa, 100m-livres e 200m livres), Fernando Lopes (na estafeta) e Michele Pessoa (100m-livre e 100m-costa) na natação são os atletas a serem homenageados.

ASSEMBLEIA-GERAL
As alterações do Estatuto da Associação dos Atletas Olímpicos de Angola é a tónica principal da Assembleia Geral ordinária a decorrer às 16h30 do dia 25 de Outubro de 2014 no Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda.

Os associados vão também abordar sobre os relatórios de actividades do período entre  Novembro de 2013 e Outtubro de 2014. Antes, novos membros executivos vão tomar posse, no quadro de revitalização das estruturas.

Promover o olimpismo no país, assim como auxiliar os atletas que estiverem engajados nos Jogos Olímpicos é o principal objectivo da Associação Angolana. A direcção é composta por Nádia Cruz (presidente), Elisa Weba (1º vice-presidente), Joaquim Gomes "Kikas" (2º vice-presidente), Filomena Trindade (secretária geral), Elsa Freire e João Ntyamba (vogais).


RIO'2016
Promessas estão
em abandono


A escolha do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos de 2016 completou exatos cinco anos. A capital carioca venceu seis concorrentes, incluindo Chicago e Madrid e foi anunciada como a primeira cidade olímpica da América do Sul, numa cerimónia em Copenhague, na Dinamarca.

De lá para cá, um plano ambicioso para uma verdadeira transformação do Rio e do desporto brasileiro foi posto em execução. Uma parte desse plano, no entanto, já foi abandonada. Cinco promessas feitas por causa da Rio-2016 não vão ser realizadas até o início do Jogos, a 5 de Agosto de 2016.

Vale lembrar que, apesar dos abandonos, o Comité Olímpico Internacional informou que está muito satisfeito com o que vai ser entregue pelo Rio e o Brasil até os Jogos Olímpicos. De acordo com o director executivo do comité responsável pelos Jogos Olímpicos, Christophe Dubi, os compromissos assumidos vão ser cumpridos e o legado vai ser "excelente".

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que o que vai ser entregue, será maior do que havia sido prometido.