Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Atletismo define população votante

01 de Outubro, 2016

José Cardoso de Lima lidera a comissão eleitoral da Federação Angola de Atletismo para o quadriénio 2016/2020

Fotografia: José Soares

Está definida a população votante para as eleições de 8 de Novembro na Federação Angolana de Atletismo. A comissão Eleitoral dirigida por Cardoso de Lima, em cumprimento ao calendário eleitoral, anunciou  no dia 27 um conjunto de 14 Associações e 16 clubes, em condições de participar no pleito eleitoral.

Luanda é a maior praça, com seis votantes. Em Luanda estão alistados 5 clubes e a Associação. O Namibe e a Huíla inscreveram as respectivas Associações e três clubes. As províncias do Bengo, Cuanza Sul, Benguela, Huambo e Bié inscreveram um clube e a respectiva Associação. A Lunda Sul, Lunda Norte, Moxico, Uíge, Cuando Cubango e Cabinda inscreveram a população votante apenas as respectivas Associações.

O Zaire, Malanje, Cunene e Cuanza Norte ficam de fora do processo, ou seja, não têm representação do atletismo federado.

Segundo o calendário eleitoral, ontem foi o último dia para a apresentação de eventuais reclamações sobre a conformidade da população votante.

As listas candidatas são apresentadas no dia 4 de Outubro, até às 16 h 00, para serem abertas 30 minutos depois. A Comissão Eleitoral estabelece o dia 7, às 15h00 como o prazo limite para composição documental das listas. Do dia 8 de Outubro a 6 de Novembro, está prevista a campanha eleitoral.
A partir das 12h00 do dia 8 de Novembro realizam-se as eleições e, às 15h00 publicam-se os resultados.

Segundo apuramos , existem 4 intenções de candidaturas ao pleito eleitoral, na federação Angolana de Atletismo. Carlos Rosa  concorre à sua própria sucessão. João Ntyamba  volta a concorrer, depois de derrotado na eleição anterior.