Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Atuns europeus fogem dos anzóis

Álvaro Alexandre, em Marselha - 23 de Agosto, 2013

A equipa angolana está esperançada em ficar nos primeiros lugares da tabela de classificação

Fotografia: Santos Pedro

O atum vermelho de 1,45 metros, capturado ontem no Mar Mediterrâneo, nas imediações da cidade francesa de Marselha, por Nuno Abohbot, na primeira jornada do XXII  Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva de Alto Mar (BIG GAME), foi insuficiente para assegurar os primeiros pontos da Selecção Nacional sénior masculina.

Em dez horas de trabalho, a cerca de 20 milhas de Port Saint Louis du Rhône,  não foi conseguido o sucesso almejado para a primeira ronda do Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva de Alto Mar (BIG GAME). O tempo gasto serviu para mostrar ao mundo que Angola está presente na prova para competir.

Os tripulantes da embarcação Hellios III, que auxiliaram os angolanos na ronda inaugural, ficaram maravilhados com a forma tão cadenciada do pescador Nuno Abohbot durante a captura do atum de 1,45 metros. A “luta” para tirá-lo da água durou 12 minutos.

Angola só não subiu ao pódio da primeira jornada da XXII edição do Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva de Alto Mar devido ao tamanho do peixe. Ao exemplar capturado por Nuno Abohbot  faltou 30 centímetros para atingir a excelência.

Para os cidadãos da vila portuária de Port Saint Louis du Rhône, a primeira jornada foi positiva. As 16 equipas pescaram um total de 30 de exemplares, uma média de 1,8 para cada formação participante. As maiores capturas foram da Itália B e Espanha C, com seis peixes. Ficaram sem pescar a Espanha B, França B, França C, México A e  África do Sul.

A organização do campeonato do mundo desqualificou os peixes da Itália A e México.  Os quatro exemplares pontuados são da França A, com 1,85 metros; Espanha A, com 1,80 metros; Itália B, com 1,72 metros, e do Senegal A, com 1,70 metros. Na classificação geral, os franceses A lideram a competição mundial, seguidos da Espanha A, Itália B e Senegal. Mais abaixo estão sem pontuar, a África do Sul, Angola, Brasil, Espanha B, Espanha C, França B, França C, Itália A, México A, México B, Senegal B e Senegal C.

ANGOLANOS
ESPERANÇADOS

Os barcos voltam hoje a zarpar até 20 milhas de Port Saint Louis du Rhône em cumprimento da segunda jornada do Campeonato. O capitão da Selecção Nacional, Rogério Matos, garantiu ao Jornal dos Desportos que vai pontuar.

“O dia é de muita expectativa. Vamos pescar amanhã (hoje) com uma embarcação com grande tradição no Port Saint Louis. O barco Cobra II é tripulado por um comandante experiente. Estou seguro de que, desta vez, vão sair os primeiros pontos para decidirmos o campeonato na última jornada, marcada para sábado, das 7h00 às 14h00”, concluiu.