Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Autoridades espanholas confirmam "fuga" de Horner

18 de Setembro, 2013

A Agência Espanhola de Protecção da Saúde no Desporto (AEPSAD) confirmou ontem ter sido incapaz de localizar o norte-americano Chris Horner, vencedor da Volta a Espanha, para fazer um controlo a pedido da Agência Antidoping
Norte-americana (USADA).

Os responsáveis da agência espanhola deslocaram-se ao hotel que acolhia a equipa RadioShack, para submeter o norte-americano a controlo, entre as 6h00 e as 7h00 horas locais, mas o corredor, de 41 anos, não estava na unidade hoteleira.

Fontes da AEPSAD explicaram à agência noticiosa Efe que o organismo "actuou neste caso como um agente do controlo, a pedido da USADA" e que esta forma de actuação "decorre dentro da normalidade, dada a colaboração entre agências de diferentes países e federações internacionais".

"A USADA não nos explicou o motivo do controlo, mas fez-nos o pedido e já a informámos do ocorrido. Na AEPSAD estamos a preparar o relatório dos agentes de controlo que não localizaram Horner para o remeter à USADA, que é quem tem agora a possibilidade de avançar com qualquer procedimento", acrescentaram as mesmas fontes.

Os agentes espanhóis encarregados de realizar o controlo a Horner identificaram-se como tal, com autorização da USADA, no hotel que acolhia a equipa RadioShack, e no qual não se encontrava o corredor, e deslocaram-se, posteriormente, a outra unidade hoteleira, sobre a qual havia a informação de poder albergar o norte-americano.

"O código da Agência Mundial Antidoping [AMA] estabelece que o agente de controlo deve tentar tudo para fazer o controlo à hora prevista, neste caso entre as 6h00 e as 7h00 da manhã desta segunda-feira", salientaram as fontes da AEPSAD.