Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bach avalia desporto nacional

12 de Maio, 2017

Thomas Bach vai ainda ter contacto com técnicos do Ministério da Juventude

Fotografia: AFP

A recolha de dados sobre a realidade desportiva angolana é o destaque da agenda de trabalho de Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), cuja visita ao nosso país começou ontem e termina hoje às 13h00. Thomas Bach lidera uma comitiva de sete elementos e para obter as informações de que precisa vai reunir-se com a Comissão Executiva do Comité Olímpico Angolano (COA) na sua sede.

Mais tarde, Thomas Bach vai ainda ter contacto com técnicos do Ministério da Juventude e Desportos e assistir à assinatura de um memorando de cooperação entre aquele Ministério e o COA, cujos protagonistas podem ser Gustavo da Conceição, presidente da instituição olímpica angolana, e Albino da Conceição, ministro dos Desportos.No memorando a ser rubricado, as partes comprometem-se a juntar esforços no âmbito da formação de quadros, sejam dirigentes, árbitros, técnicos e demais agentes do desporto.

Thomas Bach vai ainda ser recebido, em audiência, pelo Vice-Presidente da República, Manuel Vicente, durante a qual deverá apresentar o reconhecimento do COI ao contributo do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, para o desenvolvimento do desporto no país.

Bach é o nono presidente do COI, depois de Dimitrio Vikelas (1894/1896), Pierre de Coubertin (1896/1925), Henri de Baillet (1925/1942), Sigfrid Edström (1942/1952), Avery Brundage (1952/1972), Lord Killanin (1972-1980), Juan Antonio Samaranch (1980–2001) e Jacques Rogge (2001/2013). É o segundo presidente da instituição que visita Angola. O espanhol Juan António Samaranch Torrelló visitou Angola em duas ocasiões, em 1984 e 1994.

Thomas Bach, campeão olímpico de esgrima de 1976, termina em Angola uma digressão africana que o levou a visitar o Djibuti e Moçambique. Eleito em 2013 para o cargo de presidente do COI, Bach prometeu na sua primeira declaração oficial fazer uma gestão baseada na humildade e \"na unidade e diversidade\". Defendeu, na ocasião, a realização de uma edição dos Jogos Olímpicos em África.