Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bai/Sicasal/Petro de Luanda compete no Tour do Rwanda

Joo Francisco - 25 de Fevereiro, 2019

O investimento do Petro de Luanda e da Federao Angolana de Ciclismo foi preponderante para se alcanar o estatuto.

Fotografia: Edies Novembro

A primeira equipa profissional de ciclismo de Angola, Bai/Sicasal/Petro, compete desde o domingo último até o dia 5 de Março na 11ª edição do Tour do Rwanda ao lado de equipas de cinco continentes. O evento é reservado às equipas continentais e aos \"teams\" profissionais do circuito mundial.
O Tour de Rwanda ascendeu à categoria 2.1, depois de permanecer até no ano passado no nível 1.1. O Bai/Sicasal/Petro estreia-se na competição, depois de receber o reconhecimento da UCI - União Internacional de Ciclista - como a terceira equipa profissional de África.
  O investimento do Petro de Luanda e da Federação Angolana de Ciclismo foi preponderante para se alcançar o estatuto. A busca da \"profissionalização\" remonta o ano de 2017 e a conclusão do processo ocorreu em Janeiro de 2019.
 O Bai/Sicasal/Petro está em Kigali com Micael Isodoro, Guillaume Almeida, Timothy Rugg, Dário António e Bruno Araújo. Os dois primeiros são portugueses e o terceiro é norte-americano. Os três primeiros reforçam a equipa angolana.
O director desportivo Carlos Araújo chefia a delegação. Filomena Correia é a chefe adjunta. Para velar pela saúde, integra a comitiva o fisioterapeuta Ruben Barrio.Na primeira etapa, o Bai/Sicasal/Petro competiu no circuito fechado entre Amahoro Stadium e Kikukiro ao lado das concorrentes DDC (Dimension Data For Qhubeka Continental Team), RWA (Selecção do Rwanda), AST (Astana Pro Team), ERY (Selecção da Eritreia), TDE (Direct Energy), DMP (Delko Marseille Province), ICA (Israel Cycling Academy de Israel), TNN (Team Novo Nordisk dos Estados Unidos da América), FRA (Equipe De France Espoirs de França), BEX (Benediction Excel Energy), IPC (Interpro Cycling Academy), ALG (Selecção da Argélia), PRO (Protouch da África do Sul), KEN (Selecção do Quénia), CMR (Selecção dos Camarões).