Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Balnerios esto degradados

Gaud?ncio Hamelay-no Lubango - 14 de Abril, 2017

Atletas angolanos estagiam na cidade do Huambo

Fotografia: Kindala Manuel Edies Novembro

O estado degradante dos balneários e das casas de banho do pavilhão multiuso da Nossa Senhora do Monte preocupam o presidente da Associação Provincial de Boxe da Huíla, Daniel Cabango “Lussa”, quando faltam duas semanas para a disputa do Campeonato Africano da Zona IV na cidade do Lubango.

Daniel Cabango “Lussa” revelou ontem que os balneários do pavilhão principal Multiuso da Nossa Senhora do Monte, onde vão decorrer os combates oficiais, carecem de uma intervenção urgente. As casas de banho deparam-se com problemas de esgoto. Para ultrapassar a situação até à próxima semana, afirmou que recebeu garantias das autoridades governamentais da província.

Os restantes sectores inerentes ao evento internacional estão bem encaminhados. Nos próximos dias, a Comissão organizadora local e a Federação Angolana de Boxe reúnem-se para balancear a execução das actividades, segundo Daniel Cabango.

“Os preparativos caminham sem sobressalto. Aguardamos apenas outras orientações\\\", disse.

O pavilhão principal da Nossa Senhora do Monte alberga o ringue proveniente de Luanda para os combates oficiais e no anexo número 1 é montado um ringue destinado para os treinos das selecções participantes. O mbarque dos estrangeiros começa no dia 23 do corrente. A África do Sul é a primeira a escalar o país, uma semana antes da data prevista.

Os angolanos, que estagiam no Huambo, chegam ao Lubango na próxima quarta-feira para dar sequência à preparação. A delegação da Federação Angolana de Boxe, encabeçada por Carlos Luís, chega antes desta data.

As delegações desportivas vão estar hospedadas no Hotel Serra da Chela e os membros da Confederação Africana de Boxe, no Gasper Lodge.A publicidade à volta da competição vai ser intensificada após a Páscoa que se celebra este domingo. Uma equipa criada para o efeito trabalha na mobilização dos jovens e de adolescentes, bem como de adultos na cidade de Lubango, nas sedes municipais de Matala, Chibia e Humpata, entre outras.

\\\"Creio que não vamos ter espaços para acolher a moldura humana mobilizada para assistir aos combates do Campeonato Africano da Zona IV\\\", disse Daniel Cabango.

O certame internacional é disputado por 180 atletas de 12 países da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), nomeadamente, Angola, África do Sul, Botswana, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Moçambique, Namíbia, Ilhas Seychelles, Suazilândia, Tanzânia e Zimbabwe.