Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Benfica do Lubango campeo da Hula

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 13 de Novembro, 2016

Com quatro medalhas de ouro e trs de prata, a Academia do Benfica Petrleo do Lubango arrebatou o ttulo de campeo provincial da Hula de taekwond, da categoria jnior masculino.

Fotografia: M.Machangongo

Com quatro medalhas de ouro e três de prata, a Academia do Benfica Petróleo do Lubango arrebatou o título de campeão provincial da Huíla de taekwondó, da categoria júnior masculino. A competição disputada na capital das terras altas da Chela foi inserida nas celebrações do 41 anos da independência nacional, celebrado a 11 de Novembro, e não fez disputar combates na categoria feminina por indisponibilidade de atletas.

Na oitava edição do campeonato provincial, a Academia dos Dragões da Arimba quedou-se na segunda posição com duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. O Clube Desportivo da Huíla foi o terceiro classificado com uma medalha de ouro, duas de prata e uma de bronze.Fora do pódio, a equipa da Força Aérea Nacional liderou o grupo na quarta posição com uma medalha de ouro, uma de prata e uma de bronze. Na cauda da classificação ficou a Academia 8 de Março da Tchavola com uma medalha de prata.

ESCALÃO JUVENIL
O Colégio Emefel foi a mais forte equipa da sétima edição do campeonato provincial de taekwondó da Huila, na categoria juvenil. Os campeões somaram quatro medalhas de ouro e três de prata. No lugar intermédio do pódio ficou o Benfica do Lubango com três medalhas de ouro e três de prata.Com duas medalhas de ouro e duas de bronze, o Interclube da Huila ocupou o último lugar do pódio. O Clube Desportivo da Huíla quedou-se na quarta e última posição com duas medalhas de prata e igual número em bronze.

INDIVIDUAL
Na disputa individual da categoria rainha, a de -66kg, Francisco António, da equipa Força Aérea Nacional, venceu a medalha de ouro. No -61kg, Erikson António, do Benfica Petróleo de Lubango, foi o mais forte e arrebatou o ouro. No -60kg, Erkison Baptista, dos Dragões da Arimba, arrebatou a medalha de ouro.
Noutras categorias, Leonardo Capetango, do Clube Desportivo da Huíla, levou o ouro na categoria de -58kg. Abílio Calandula, do Sporting Clube do Lubango conquistou o ouro na categoria - 56kg. Nos pesos leves, Nilson Caterça, do Benfica Petróleo do Lubango, ficou em primeiro lugar da categoria -54kg. Felino Masseno, da Academia do Colégio Efemel, chamou a si supremacia na categoria de -50kg, enquanto Salomão Miguel, do Benfica Petróleo de Lubango, foi o mais forte nos -49kg.

Herculano Camilo, dos Dragões de Arimba, conquistou o ouro na categoria -47kg e Atlénio António, do Benfica Petróleo do Lubango, arrebatou o troféu máximo na categoria de -44kg.

Fávio Masseno, do Interclube da Huíla, levou o ouro na categoria -44kg, Victorino Jamba, da Academia 8 de Março da Tchavola, conquistou o ouro na categoria -41kg. Abel Bento e António Francisco, ambos do Colégio Emefel, levaram as medalhas de ouro nas disputas dos -39kg e -36kg.

Nas categorias de cadetes e infantis, Aniceto Carreira, do Benfica Petróleo do Lubango, sagrou-se campeão provincial na categoria dos -25kg, secundado por Graciano Bento, do Colégio Emefel. Nos -29 kg, o triunfo sorriu para Agelo Filipe, do Benfica Petróleo do Lubango, secundado por António Tchitangue, do Colégio Emefel.

Ginaldo da Silva, do Benfica Petróleo do Lubango, venceu nos -30kg, seguido por António Feliciano, do Colégio Emefel.

O troféu da categoria dos -32 kg ficou com Adriano Bento, do Colégio Emefel. Pedro Bento, arrebatou a medalha de ouro na categoria dos -33kg. A campeonato provincial da Huíla foi disputado por 61 atletas em representação de oito academias sedeadas em diferentes municipalidades.


CONSTATAÇÃO
Qualidade técnica
supera expectativa


A qualidade técnica e os níveis competitivos dos atletas superaram a expectativa do comité organizador do campeonato provincial de taekwondo da Huíla, segundo David Lelo, secretário geral da Associação da modalidade.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, David Lelo manifestou a elevada técnica evidenciada pelos atletas juniores e juvenis, comparativamente às edições anteriores. Para o dirigente, "há melhoria cada vez mais" e felicita o trabalho desenvolvido pelos treinadores.

Desde a tomada de posse para o ciclo 2016-2020, a direcção da Associação da Huíla organizou a primeira competição e aferiu o trabalho a desenvolver até o fim do mandato. David Lelo lamentou a ausência da classe feminina.

"Não tivemos atletas femininas nas duas classes jovens em disputa por motivos de provas escolares em diferentes subsistemas de ensino", justificou.

O dirigente promete trabalhar em prol da classe feminina e garante a presença nas próximas edições e torneios definidos no calendário de competições desportivas.A última competição da Associação Provincial da Huíla de Taekwondó para o ano corrente está agendado para o mês de Dezembro.