Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Benfica do Lubango domina provincial

Gaudncio Hamelay-Lubango - 04 de Abril, 2019

O modelo permitiu aos clubes aumentarem os nveis competitivos

Fotografia: Arimateia Baptista | Edies Novembro

Quatros anos depois, as cores do Sport Lubango e Benfica pintaram o pódio de uma competição de atletismo. A equipa encarnada levou as categorias de benjamins e infantis aos lugares mais alto do pódio do campeonato provincial de corta-mato da Huíla. A consagração aconteceu no último fim de semana. Em 11 jornadas disputadas, o Sport Lubango e Benfica totalizou 152 pontos em Benjamins e 129, em infantis. Nas posições subsequentes ficaram o Interclube (78 e 95) e Clube Ferroviário da Huíla (70 e 74).
Nos escalões de iniciados, o Interclube chamou a si o título com 145 pontos, seguido do Ferroviário da Huíla (76) e Sport Lubango e Benfica (51). Em Juvenis, Jamba Sport venceu com 105 pontos, seguido do Sport Lubango e Benfica (90) e Interclube do Lubango (74). Em juniores, o Clube Desportivo da Huíla conquistou com 110 pontos, seguido com Interclube do Lubango (84) e Jamba Sport (63).
Em seniores, o Clube Ferroviário da Huíla venceu com 79 pontos, secundado pelo Clube Desportivo da Huíla (60) e o Comité Paralímpico da Huíla (45).
Pela primeira vez, a Associação Provincial de Atletismo da Huíla juntou a pontuação das duas classes (masculina e feminina) para atribuir o título ao clube. O modelo permitiu aos clubes aumentarem os níveis competitivos.
\"Não separámos o género e as pontuações juntamo-las para atribuir o título. Foi um campeonato disputado em ambos os sexos\", disse Augusto Diogo, membro da coordenação técnica que destacou as presenças das sete equipas participantes no pódio.
\"Todos subiram ao pódio. Isso nos alegra. Os fazedores do atletismo estão seriamente a trabalhar no desenvolvimento dos níveis competitivos dos atletas\", disse.
Diogo Seco lamenta a ausência do Clube Desportivo da Saúde no pódio. Os \"médicos\" fizeram-se presentes apenas com a equipa feminina, o que reduziu as possibilidades de estar entre os melhores.
A média de atletas nas dez primeiras jornadas do corta-mato provincial da Huíla rondou em 120 corredores. Na última, atingiu em 185 fundistas, segundo Augusto Diogo \"Seco\".

RECONHECIMENTO
Coordenador técnico enaltece
professores de educação física


 O trabalho desenvolvido pelos professores de Educação Física nas instituições de ensino público e privado na província da Huíla, o projecto Okuhateka e a Assessoria Desportiva Jamba Sport receberam elogios do coordenador técnico da Associação Provincial de Atletismo local. Augusto Diogo “Seco” destacou que os professores e os responsáveis imprimem uma dinâmica nas escolas com a descoberta e pesquisa de talentos para o atletismo.
“É de agradecer e louvar o dinamismo não só da Associação, mas de professores de Educação Física, uma vez que são os fornecedores de atletas do desporto escolar para o desporto federado. Também elogio o Projecto Okuhateka que fornece alguns atletas, o Clube de Assessoria Desportiva Jamba Sport que vai às escolas pesquisar e descobrir novos talentos. O atletismo na província da Huíla está a retomar o percurso normal”, assegurou.
Reconheceu que o atletismo esteve em decadência, em termos de atletas, mas actualmente, conta com um número suficiente.
“Digo com toda a segurança que a Huíla é a província com mais atletas em todo o território nacional na especialidade de meio-fundo e fundo”, defendeu.