Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bengo conquista provincial

Rosa Napoleão - 21 de Maio, 2013

Ague-uke conquistou, o título de campeão provincial

Fotografia: Jornal dos Desportos

A formação do Ague-uke conquistou ontem no campo das palmeirinhas em Caxito, Bengo, o título de campeão provincial de ju-jitsu na classe masculina. A competição, que foi realizada pela primeira vez na província com o auxílio da federação angolana da modalidade, contou com a participação de nove academias.

O segundo lugar da prova coube a equipa do Utshugari, que relegou para o terceiro posto a formação do Kuzuchi. Para além de completar o calendário da presente época, a competição serviu para apreciação dos atletas que poderão integrar a selecção nacional, para as competições internacionais.

Jacob Pedro -62 kg recebeu no final o troféu de melhor atleta em competição pelo facto de ter disputado os seus combates com rigor, classe e profissionalismo, destronando sem grandes dificuldades os seus adversários.

Meuaza, clube Kuzuxi, Ague-uke, Bison Kodma, Utshugari, Bison Kiague, Bison Dipirona, Tchukuri e Kuzuchi foram as academias que estiveram presentes na prova, disputada nas categorias de -54 kg, -62 kg, -69 kg, -75, -84 e +94 kg.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Associação Provincial de Ju-jitsu do Bengo, José Manuel Leite, disse que acredita numa maior massificação do ju-jitsu na província depois desta prova.

“Foi uma competição boa em que tivemos um total de 46 atletas. Muita gente compareceu no campo para assistir os combates e acredito que isso despertou um interesse na juventude que poderá aderir à prática. Para uma prova que aconteceu pela primeira vez na região, penso que o saldo foi positivo”, disse.

O dirigente agradeceu a presença do elenco federativo, assim como a ajuda do governo da província que colocou à disposição todas as condições para o evento.

“Estamos gratos pelas ajudas que recebemos da federação e da província. Conseguimos realizar uma prova que ficou dentro daquilo que programamos”, referiu.
Rosa Napoleão