Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bicampeã falha ajuda à Ferrari

13 de Setembro, 2016

Ecclestone disse que a equipa de Maranello contou com o apoio dos alemães

Fotografia: AFP

O chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, afirmou que a Mercedes tentou ajudar a Ferrari a ficar mais competitiva nesta época e tornar a disputa do campeonato mais interessante. Os campeões das últimas duas épocas e líderes disparados da tabela deram "muita informação" aos rivais italianos, de acordo com o inglês.

O plano não deu certo: neste ano, a Ferrari não venceu nenhuma corrida, enquanto na última época a equipa teve três vitórias. Os italianos ainda viram o crescimento da Red Bull, que venceu uma prova e demonstram rendimento superior ao longo do ano. Enquanto isso, a Mercedes domina pelo terceiro ano consecutivo, com as conquistas de todas as demais etapas até aqui.

Em entrevista ao Top Gear, Bernie Ecclestone disse que a Mercedes "queria ver a Ferrari um pouco mais competitiva e a Ferrari ficou contente por receber as informações que recebeu".

"Conseguiram muita informação da Mercedes. Estou a dizer o que ouvi falar. E é bom que tenham ajudado. Digo que deveriam ter ajudado um pouco mais", disse Ecclestone.

Esta não é a primeira vez que Bernie Ecclestone faz comentários desse tipo. O chefe da Mercedes, Toto Wolff já  veio a público negar essa informação.

"Bernie Ecclestone sempre diz que nós o ajudamos, mas não o bastante. É claro que isso não aconteceu", disse em entrevista ao site oficial da Fórmula 1, na semana passada.

A 15ª etapa do campeonato é disputado neste final de semana, em Singapura. Com sete corridas para o final, Lewis Hamilton lidera com apenas dois pontos de vantagem sobre o companheiro Nico Rosberg.