Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bjarne Riis admite ter sido negligente

29 de Junho, 2015

Bjarne Riis, admitiu ter sido negligente.

Fotografia: AFP

O antigo ciclista, Bjarne Riis, ex-proprietário e director da Tinkoff Saxo admitiu  ter sido "negligente" na direcção da equipa, depois da Agência dinamarquesa antidoping (ADD) o ter acusado de incentivar a dopagem.

Um relatório da ADD, divulgado no início da semana, com testemunhos de ciclistas que correram sob as suas ordens, refere existir base para acusar Riis de violação das regras antidoping, não fossem os factos, entre 2000 e 2004, terem prescrito.

Riis defendeu-se quando afirmou que há situações de interpretação distinta das duas partes, mas que existe algo correcto no relatório, cometeu “negligência grave” e não cumpriu as suas responsabilidades enquanto director.

"Não fui suficientemente claro, quando nos primeiros anos tracei a fronteira entre o correcto e o errado. Nessa época, disse coisas, que podem ser interpretadas como se estivesse a ir além das regras", salientou Riis em comunicado.

O ex-ciclista, que chegou a vencer o Tour, em 1996, é denunciado no relatório, com os atletas a afirmarem que incentivou corredores a conseguir eritropoietina (EPO) e para usarem cortisona sem justificação médica.

Prova de 2016 inicia-se na Holanda

 A edição de 2016 da Volta à Itália, em bicicleta, vai arrancar na cidade holandesa Apeldoorn, a 6 de Maio, anunciou a organização da prova. A 99ª edição do Giro de Itália começa numa cidade que já acolheu o Campeonato do Mundo de ciclismo de pista, com um contra-relógio individual de 8,1 quilómetros.

A Holanda, que vai ser também este ano o ponto de partida do pelotão do Tour de França, vai ainda receber duas etapas, antes do primeiro dia de descanso, que vai permitir a transição dos atletas para o sul de Itália. A segunda etapa, em solo holandês, vai ter 180 quilómetros e faz a ligação entre Arnhem e Nijmegen.