Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Boris Becker diz que Djokovic pode superar Federer

27 de Dezembro, 2016

Djoko conseguiu vencer o torneio francês pela primeira vez em 2016, chegou à 12ª conquista de Slams.

Fotografia: AFP

Os 17 Grand Slams conquistados por Roger Federer parecem um feito inalcançável no mundo do ténis. Para Boris Becker, contudo, o sérvio Novak Djokovic, actual número dois no ranking da ATP, pode ultrapassar a marca do suíço.

Mesmo depois de desfazer a parceria com Djoko, o técnico alemão ainda acredita no desempenho de seu ex-comandado. “A maneira com que Novak jogou nos últimos três anos, ele pode ser um jogador que  supere Federer se ele permanecer saudável e mantiver a fome de títulos”, afirmou Becker ao jornal sérvio Alo.

O tenista detentor de seis títulos de Grand Slams também apontou Rafael Nadal como um possível candidato, mas com menos chances que Djokovic. “Roland Garros ainda é a sua melhor chance de ganhar. Se ele fizer uma programação inteligente, quem sabe. Mas Novak é quem tem a melhor chance dos dois”, acrescentou Becker.

Mais perto de alcançar Federer, Nadal já conquistou 14 títulos na carreira,  nove em Roland Garros. Djoko conseguiu vencer o torneio francês pela primeira vez em 2016, chegou à  12ª conquista de Slams.

O ex-técnico também acredita que o sérvio  recupere o seu alto nível após a queda de rendimento na segunda metade de 2016. “Não há razão para que ele não recupere a intensidade. Jogou bem no Masters, derrotou Nishikori que é um dos melhores. Os detalhes fizeram a diferença no jogo com o Murray”, completou Becker.

Em 2017, Djoko vai ter  de defender o título do Open da Austrália, primeira grande competição da temporada, caso não queira perder mais pontos no ranking da ATP. O britânico Andy Murray ultrapassou Novak na lista após o Masters 1000 de Paris, no qual foi campeão.