Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Brasil factura no Grande Prémio de Astana

13 de Outubro, 2014

Nathália Brigida passou pela indiana Shushila Likmabam e pela israelita Amelie Rosseneu e conquistou a medalha de prata

Nathália Brigida foi finalista na categoria ligeiro e conquistou a medalha de prata. Eleudis Valentim (52kg) terminou com a medalha de bronze nos tatames cazaques.

No ligeiro, Nathália Brigida passou pela indiana Shushila Likmabam, por ippon, e pela israelita Amelie Rosseneu, por um yuko. Nas meias-finais, a judoca brasileira derrotou a turca Ebru Sahin por ter tido menos punições. Na final, a brasileira foi superada pela mongol Otgontsetseg Galbadrakh.

"Estou feliz com o resultado. Não completamente satisfeita, porque sei que tenho de melhorar. Contudo, estou contente por voltar ao pódio numa competição de nível mundial. Agora, as minhas atenções estão viradas para a competição da próxima semana", disse Nathália.

O próximo circuito vai ser o Grande Prémio de Tashkent, no Uzbequistão, a ser disputado de 16 a 18 de Outubro.
Eleudis Valentim estreou com vitória sobre a turca Ayse Arca, com dois yukos, e depois, foi derrotada nos quartos de finais pela israelita Gili Cohen na diferença de punições. Repescada para as meias-finais, a judoca brasileira venceu a belga Ilse Heylen com um ippon. Na decisão da medalha de bronze, a brasileira triunfou sobre a espanhola Laura Gómez.

O Brasil encerra a sua participação no Grande Prémio de Astana. Mariana Silva (63kg), Katherine Campos (63kg), Nádia Merli (70kg), Maria Portela (70kg) e Leandro Guilheiro (81kg), que volta a competir depois de dois anos afastado por lesão, vão ser os representantes brasileiros na próxima competição.