Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Brasil pode perder três medalhas

21 de Janeiro, 2015

João Gomes Júnior foi apanhado no exame antidoping

Fotografia: AFP

O nadador João Gomes Júnior foi apanhado no exame antidoping durante a realização do Mundial de piscina curta de Doha, no Qatar, em Dezembro do ano passado. Na urina do atleta brasileiro foi encontrado um diurético, que pode ser usado para mascarar o uso de um elemento dopante.

Nadador de destaque, João participou em cinco provas na competição, três delas em estafeta em que o Brasil terminou com a medalha de ouro: 4x50m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto.

Com o doping, a delegação brasileira pode perder as três medalhas alcançadas pelas equipas de estafeta. Caso retirem os ouros, o Brasil perde a primeira posição do Mundial e passa a ocupar o terceiro lugar.

O nadador, de 28 anos, e membro do Pinheiros, está a ser representado pelo advogado Marcelo Franklin, da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.