Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bruno Andr enluta CPA

06 de Outubro, 2018

Bruno Andr foi presidente do Conselho Fiscal

Fotografia: DR

Mais uma voz angolana calou-se para sempre em Lisboa. Depois de Francisco Freire, o desporto angolano está mais pobre com desaparecimento físico de Bruno André da Cruz e Silva Inglês, presidente do Conselho Fiscal do Comité Paralímpico Angolano (CPA). O dirigente morreu a 4 do corrente por doença.
Em nota publicada na rede social Facebook, o CPA lamenta a morte do potencial candidato indicado a substituir Leonel da Rocha Pinto no cargo de presidente de direcção no ciclo 2019-2024. O desempenho com zelo e profissionalismo os diferentes cargos no dirigismo desportivo foram as motivações da escolha para liderar a lista de candidatos.
Ti Bruno, como era conhecido no seio de jovens desportistas, diz a nota, \"foi um dirigente exemplar e dedicado à causa da defesa pela integração social das pessoas com deficiência por via de desporto\".
 Um dos pontos mais alto da sua carreira ocorreu em 2000, quando chefiou a Missão Paralímpica Angolana nos Jogos de Sidney. Também integrou as delegações presentes em Atenas\'2004, Beijing\'2008, Londres\'2012 e Rio\'2016.
Entre outras funções, exerceu o cargo de vice-presidente da Associação de Desporto para Deficiência de Angola e vice-presidente da Federação Angolana de Desportos para Deficientes.