Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bruno vence GP Herói Nacional

Helder Jeremias - 19 de Setembro, 2016

Piloto do Team NLR foi o coleccionador de troféus que homenageiam Chefes de Estado angolano

Fotografia: Jornal dos Desportos

A conquista do Grande Prémio Herói Nacional, disputado no sábado no circuito da Centralidade do Kilamba, galvanizou o piloto do Team NLR Comercial, Bruno Ferreira "Agai", na luta pelo título na categoria dos 450cc (moto 4), do Campeonato Nacional de Motocross de Luanda. Com o final do evento marcado para a primeira quinzena de Novembro, Agai pode complicar as contas de Edson Miranda.

Depois de obter o primeiro triunfo da presente época, no dia 27 de Agosto, aquando da disputa do Grande Prémio Zé Du, alusivo ao 74º aniversário natalício do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, Bruno Ferreira volta a elevar o prestígio com mais uma proeza, desta em homenagem ao Fundador na Nação, António Agostinho Neto.

Os dois troféus transmitem-lhe conforto, mesmo que a pretensão de conquistar o título provincial seja gorada a favor do mais directo adversário, Edson Miranda "Roquinho".

Depois de ter feito um arranque titubeante, na condição de piloto individual, Bruno Ferreira provou ser um piloto destemido. A voracidade nas duas últimas provas contrariam o desempenho do passado. Desde que assinou contrato com o Team NLR Comercial, viu o seu quadro de confiança alterado, e melhorou as performances.

A duas provas do final da época, pouca coisa pode ser feita. O adversário directo de Bruno Ferreira soma sete vitórias e um segundo lugar. O Piloto do Team NLR Comercial reitera a intransigência na procura de resultados, que lhe permitem estar bem com a legião de adeptos e perspectivar resultados mais palpáveis na próxima época.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, disse estar satisfeito por voltar a subir ao lugar mais alto do pódio e erguer o troféu "com grande significado e em homenagem ao primeiro Presidente do país", depois de tê-lo feito em homenagem ao actual Presidente da República de Angola.

"Quero agradecer a minha equipa, a todos os membros, pelo trabalho e espero conquistar outras vitórias", disse Bruno Ferreira.
Edson Miranda "Roquinho" não escondeu a desolação, por ver inviabilizada a meta de juntar na colecção o troféu do Herói Nacional.

O piloto primou por uma cultura de fair play: "os bons e maus resultados fazem parte da vida de qualquer desportista". Rouquinho promete olhar para o futuro ao invés de "chorar pelo leite derramado".

Outro piloto que se exibiu em grande plano, é Edson Sebastião. Não permitiu aos dois líderes respirarem momentos de alívio. Bruno efectuou ataques que exigiram maior acutilância dos adversários na fase crucial da segunda manga.

Na categoria dos 250cc, Zé Cazenga, do Team Orbel, foi o primeiro classificado à frente do colega de equipa, Ricardo Jorge, e do individual Augusto Congo "Agugu".

Na categoria 150cc, Humba Carlos, do Team Orbel, sagrou-se vencedor. Bonito Luzala e António da Silva, do Team Teimosos, quedaram-se nas posições imediatas.