Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cadetes jogam final no Africano

Silva Cacuti - 30 de Agosto, 2013

As nossas atletas estão muito motivadas, estão bem alojadas e há uma grande motivação no grupo

Fotografia: Jornal dos Desportos

“As nossas atletas estão muito motivadas, estão bem alojadas e há uma grande motivação no grupo. A motivação é ainda maior por se sentirem acarinhadas pelo pessoal da nossa Embaixada aqui na República do Congo que nos tem dado um apoio muito forte, inclusive fez deslocar o segundo secretário da Embaixada que acompanhou a nossa caravana. Elas sentem-se bem, inclusive juntam-se em solidariedade à nossa selecção de basquetebol que também hoje disputa o africano. Elas desejam boa sorte aos basquetebolistas”, disse.

A Selecção Nacional, que está a ser orientada por Quinteiro Teresa, recorde-se, jogou na primeira fase diante das tunisinas e venceu facilmente por 23-10.

“É uma equipa que nós já conhecemos e que igualmente nos conhece”, comentou o dirigente federativo. Restam 60 minutos, um jogo, para a revalidação do título africano da categoria que pode ser o terceiro consecutivo.

Para chegar à final, a Selecção Nacional bateu, na meia-final, a equipa do Senegal por 38-24. A Tunísia venceu dificilmente a equipa caseira por 25-24.

A ausência da equipa caseira na final pode ser um factor de motivação adicional para o conjunto nacional que não vai ter muito público a apoiar o seu adversário, pelo contrário, ao eliminar a equipa da casa, as tunisinas podem ter “comprado” animosidades entre os adeptos congoleses.

A Selecção Nacional conquistou a prova de cadetes em 2009, na edição disputada em Abidjan. Em 2011 as angolanas voltaram a vencer a prova que teve como palco a cidade de Ouagadougou.

Hoje chega ao país a equipa júnior feminina que estagiou em Espanha visando o 19º campeonato africano que também se disputa na cidade congolesa de Oyo, de 2 a 9 de Setembro. Amanhã a equipa, que é comandada por Alex Fernandes, segue para o Congo.