Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Cadetes masculinos defrontam hoje e Espanha

Silva Cacuti - 12 de Agosto, 2013

Combinado nacional tem hoje jogo difícil com a selecção da Espanha depois de ter perdido na estreia com a Argentina

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional de Andebol em cadetes defronta hoje a similar espanhola em partida da segunda jornada do grupo C, preliminar do Campeonato do Mundo, que decorre na Hungria, até ao próximo dia 23. Angolanos e espanhóis buscam a primeira vitória no torneio, depois de derrotadas na primeira jornada. A Selecção Nacional perdeu 26-30 para a Argentina, enquanto a Espanha foi surpreendida pelo Brasil e perdeu por 24-25. O jogo prevê-se difícil. O favoritismo pertence aos espanhóis, que têm uma compleição física maior que os jogadores angolanos.

José Pereira “Kidó”, seleccionador nacional, deve adoptar estratégias para evitar que a equipa perca fulgor nas partes finais dos períodos de jogo.
Diante da argentina, a equipa angolana vencia, 12-11, a cinco minutos do intervalo, e não concretizou mais nenhum golo até ao final da primeira parte do jogo, do qual saiu a perder por 13-12. No segundo tempo, a Selecção Nacional começou bem e até aos 17 minutos empatava o jogo, 21-21, quando chegou o cansaço ou a desconcentração nas acções ofensivas, que levaram a equipa a marcar o 22º golo apenas à passagem do 23º minuto.
Este desfasamento foi fatal, com a Argentina a gerir o resultado, e a melhoria no ataque angolano de nada serviu.

A Espanha mostrou no jogo diante do Brasil que é uma equipa com capacidade de sofrimento. Sabe concretizar. A maior diferença de golos que teve foi de quatro golos (13-17), conseguida pelo Brasil aos oito minutos da segunda parte, que obrigou o técnico espanhol a corrigir o seu jogo para se aproximar, 16-17, quatro minutos depois. De resto, esta é a primeira vez que a Selecção Nacional de cadetes se apura para um Campeonato do Mundo. Henriques Cassange, oito golos, Liliano Pedro, seis, e Paulo Sahamo, com quatro tentos marcados, foram as melhores unidades da equipa angolana.

Kidó está na Hungria com os seguintes atletas: Yuri Agostinho, Vicente Cardoso, Simão Yala, Paulo Sanhamo, Patrick Pembele, Otiniel Pascoal, Osvaldo Senga, Mário Pegado, Manuel Nascimento, Lourenço Júlio, Liliano Pedro, Leonel Almeida, Itelvino Salula, Henriques Cassange, Francisco Almeida, Fernando Waquela, Domingos Cristóvão, Declerk Sibo, Cristelson Jordão, Alberto Brifell e Abglei Lourenço.