Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Caluvi perspectiva boa prestao

12 de Novembro, 2013

Fundista angolano do Intreclube vai defrontar no ltimo dia do ano o etope Atsedu Tesfaye que volta a Angola para defender o ttulo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O fundista angolano, Francisco Caluvi perspectiva a sua melhor prestação de sempre, na 58ª corrida de fim-de-ano, a São Silvestre de Luanda. O corredor falava ao Jornal dos Desportos, no domingo, após conquistar o Grande Prémio 11 de Novembro, que marcou as festividades do Dia da Independência, em Luanda, disse estar empenhado na preparação.

Francisco Caluvi, atleta afecto ao Interclube, venceu também na cidade do Uíge, no sábado, o Grande Prémio Bago Vermelho. Para o corredor, qualquer uma das provas foi encarada como fase preparatória para a São Silvestre, onde não tem sido muito feliz por causa de situações que, à última hora, prejudicam o seu desempenho na prova internacional. “Sempre sonhei ser campeão da São Silvestre, mas não tenho sido feliz, por me acontecer sempre algo no âmbito da saúde familiar e pessoal, que tem afectado o meu desempenho”, disse.

Francisco Caluvi augura uma prova mais tranquila. “Estou a trabalhar muito para isso, vou esperar que nada de mal me volte a acontecer para que possa entrar na prova, discutir um lugar que honre todos os angolanos”, disse. A 58ª edição da São Silvestre, sai à rua de Luanda a 31 do corrente, conta com 100 atletas estrangeiros inscritos, de acordo com a organização que apresentou os números em conferência de imprensa. Neste momento estão inscritos 100 atletas, maioritariamente vindos do Quénia e da Etiópia.

Estão inscritos um total de 62 atletas (masculino) e 38 (feminino). Temos a destacar a presença de 25 atletas masculinos e 12 femininos da Etiópia e estão também confirmados 19 atletas masculinos e oito femininos do Quénia”, disse Carlos Rosa, presidente da Federação Angolana de Atletismo.
O dirigente desportivo angolano confirmou a presença dos campeões da edição passada, Atsedu Tesfaye, da Etiópia, e Priscah Jeptoo, do Quénia.

Hotel Trópico
acolhe colóquio

O colóquio nacional sobre o Seguro no Desporto realiza-se na próxima quinta-feira, às 9 horas, na sala Cabinda do Hotel Trópico, em Luanda, com a participação de dirigentes das Federações Nacionais, Associações provinciais e convidados. O director de marketing da Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA), Augusto Mateus, disse que, com o encontro se pretende incentivar a prática do desporto geral.

“O objectivo é de sensibilizar os desportistas no sentido de valorizarem o seguro. É uma actividade bastante vantajosa para os desportistas, face aos acidentes que ocorrem no mundo do desporto. É urgente pensar-se na preservação do futuro do atleta, principalmente, daquele que encerra a carreira de forma prematura”, disse. A ENSA pretende estender os seus serviços a todas as modalidades praticados no país.
“É uma marca directa do desporto nacional. Queremos assistir a todas as modalidades.

Nós somos parceiros oficiais do Comité Olímpico Angolano, Comité Paralímpico Angolano, Federação Angolana de Futebol e da Federação Angolana de Patinagem”, disse. O responsável descreveu as principais áreas da actuação da sua empresa até ao momento.“As nossas grandes intervenções foram na Selecção Nacional de Futebol de 2006, CAN de 2006, 2008, 2010 e 2013, e no 41º Campeonato Mundial de Hóquei em patins”, concluiu.
Álvaro Alexandre