Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Camate conquista duplo trofu

Pedro Futa - 19 de Maio, 2018

As marcas de Gabriel Camate "esto longe" para integrar na seleco

Fotografia: Domingos Cadncia | Edies Novembro

Depois de vencer a prova de 100 metros, Gabriel Camate fez a dobradinha ao conquistar a prova de 200 metros livres. O velocista do Inter da Huíla cronometrou  23s25, seguido de José Pacheco, do 1º de Agosto (23s88), e Osvaldo Manuel, da Escola Jamba Sport (24s34).

Nos 400 metros barreiras, Sebastião Carimina, do 1º de Agosto, conquistou a medalha de ouro com o tempo de 1min05s. Os petrolíferos João Fraio (1min10s) e Frederico Cardoso (1min11s) fecharam o pódio. 

Nos 800 metros, Manuel Chivela, do Petro de Luanda, cronometrou 2min03, seguido de Feliz Quitumbo, do Interclube (2min04s), e Zeferino Faria, da Escola Jamba Sport (2min08s). Nos 3000 metros, Saltiano Faria, da Escola Jamba Sport, venceu a prova com o tempo de 9min03s. Augusto Capenda, do Petro de Luanda, ficou com a medalha de prata (9min04s) e Arão Tchivela, do Inter da Huíla, fechou o pódio com (9min16s).

No lançamento de dardo, Amândio Rodrigues, do Atlético do Namibe, levou o ouro com a marca de 40,41 metros. O colega de equipa, Graciano Bongue, estabeleceu 28,73 metros e ficou na segunda posição. Eliseu Faustino, do 1º de Agosto, completou o pódio com 28,11 metros. 

No triplo salto, a Escola Dibondo ocupou todos os lugares do pódio. Laurindo Domingos estabeleceu a marca de 11,10 metros, seguido de Sebastião Joaquim (10,99 metros) e Lopes dos Santos (10,34 metros).

No lançamento de disco, o atleta do Namibe, João Laranja, competiu sozinho e estabeleceu a marca de 18,14 metros.

Hoje, a partir das 8h00, disputa-se a segunda jornada das provas nacionais de juniores, no mesmo local.

Maria João alcança triplete 

Um nome para a história do atletismo nacional. Maria João é tricampeã juvenil. A atleta do Petro de Luanda conseguiu a triplete no campeonato realizado nos dias 16 e 17 do corrente no Estádio dos Coqueiros. A jovem velocista venceu as provas de 400 metros barreiras, 400 metros livres e estafeta 4X100 metros.

Sem rivais à altura, Maria João conquistou as medalhas de ouro na prova de 400 metros barreiras com o tempo de 1min17s, 1min05s nos 400 metros livres e 3min51s na estafeta de 4X100.

Na disciplina de 400 metros barreiras, Maria João arredou para os lugares abaixo do pódio Filomena Samuel, do 1º de Agosto (1min23s) e Alice Cláudio, da Escola Dibondo Abrão (1min29s).

Nos 400 metros livres, Maria João foi mais veloz que Janeth Manuel, do Desportivo da Saúde da Huila (1min06s).

Na estafeta 4X100, o Petro de Luanda superou o Interclube (57s20) e Escola Dibondo Abrão (58s42).

Na prova de 100 metros, Ruth Muaca arrebatou a medalha de ouro com o tempo de 28s39. A velocista do Petro de Luanda arredou para os lugares subsequentes Domingas Mena, do Interclube (28s85), e Crispina Macuva, do Desportivo da Saúde (29s14).

Na categoria de 800 metros, o troféu de campeã foi atribuída à Cristina Vieira, da Escola Jamba Sport. A atleta huilana cronometrou 2min30s, seguida por Catarina Matias, do Petro de Luanda (2min32s), e Evarista Sapalo, do Interclube (2min36).

No meio fundo, Francisca Walende conquistou a prova de 3000 metros com o tempo de 11min14s. Madalena Carlos, do Petro de Luanda, e Siola Tavares, do Desportivo da Saúde, contentaram-se com o segundo (12min13s) e terceiro lugares (12min53s).

No lançamento de dardo, Joana Nambi, do Atlético do Namibe, conquistou a medalha de ouro ao estabelecer a marca de 30,26 metros. Milena Bernardo, da Escola Dibondo, obteve a prata com a marca de 19,55 metros e Teresa Necente, do 1º de Agosto, fechou o pódio com 13,98 metros.

No triplo salto, o pódio teve as cores da equipa de Cacuaco. Maria Bongo e Alice Cláudio obtiveram as medalhas de ouro e de prata. A primeira fez a marca de 8,88 metros e 8,57 metros. Pedro Futa