Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeo em busca da salvao

Melo Clemente - 06 de Novembro, 2016

Pupilos de Lazere Adingono esto proibidos de perder sob pena de serem relegados da fase final da Taa dos Clubes Campees Africano

Fotografia: Kindala Manuel

As formações do 1º de Agosto e do Atlético Petróleos de Luanda defrontam-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, em partida a contar para a terceira e última jornada do torneio de apuramento à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano de basquetebol em seniores masculino, competição a decorrer no Cairo, Egipto, na primeira quinzena de Dezembro próximo.

Depois do desaire sofrido na ronda inaugural, frente ao Recreativo do Libolo, com quem perdeu por 77-83, a turma petrolífera, actual campeã africana, vê-se obrigada a vergar esta noite o arqui-rival, 1º de Agosto, sob pena de ficar de fora da fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano da “bola ao cesto”.

Sem o extremo poste, Jason Caine, e o base, Emanuel Quezada, este último que se transferiu para o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, o jogo ofensivo dos petrolíferos da capital perdeu alguma qualidade. O internacional angolano, Leonel Paulo, extremo poste, a contas com uma lesão, é baixa confirmada para o embate deste noite, que se espera bastante equilibrado, a julgar pelo potencial das duas agremiações.

Lazare Adingono, camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, vai procurar colocar uma equipa que seja capaz de neutralizar as acções ofensivas da equipa rubro e negra. Domingos Bonifácio, base que assumiu agora a titularidade, em função da saída do dominicano naturalizado norte-americano, Emanuel Quezada, vai seguramente merecer a confiança do técnico petrolífero para o prélio desta noite.

O internacional angolano foi um dos melhores marcadores na partida diante do Recreativo do Libolo, com 18 pontos, a semelhança de Reggie Moore e Gerson Gonçalves, com 16 e 15 pontos respectivamente.

Por seu turno, o 1º de Agosto que detém o domínio do ranking a nível de clubes, com oito troféus arrebatados, vai procurar redimir-se da derrota sofrida na oitava edição do prestigiado torneio Victorino Cunha, por 69-77, e, consequentemente, assegurar o passe de acesso à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano de basquetebol.

Ricard Casas, técnico espanhol ao serviço da equipa militar, tem todas as suas unidades em prontidão, com realce para o francês Tariqui Kirksay, extremo poste, atleta que reintegrou o grupo a sensivelmente três semanas, depois de ter cumprido as merecidas férias.

Independentemente do estado das duas equipas, o clássico dos clássicos é sempre um desafio de desfecho imprevisível.

O público vai acorrer ao Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, para testemunhar o segundo clássico da temporada 2016/2017.