Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeo assume liderana

10 de Dezembro, 2018

Com 19 pontos, os militares comandam, secundado pelos petrolferos com 17, ASA (14), Marinha de Guerra (14), Interclube (12) e Vila Clotilde (12).

Fotografia: Jornal dos Desportos

A vitória do 1º de Agosto diante do Petro de Luanda, na sexta-feira, em pleno pavilhão da Cidadela Desportiva, casa dos petrolíferos, por 90-86, foi o maior destaque da dupla jornada que abre a segunda volta do Unitel-basket 2018/2019. Os militares do Rio Seco assaltaram a liderança na tabela geral de classificação.
A essa evidência junta-se a vitória da Marinha de Guerra sobre o Interclube, após o prolongamento. Os rapazes de Walter Costa venceram a partida por 96-91 no Pavilhão Victorino Cunha. Os pupilos de Alberto de Carvalho \"Ginguba\" não tiveram arte nem engenho para travar a fúria dos marinheiros.
Não menos importante é a primeira vitória do CFD Kwanza no campeonato. Os estudantes receberam e venceram a Academia Helmarc por 84-78 no pavilhão dos Bombeiros. O resultado espelha a vontade de vencer dos jovens do Cazenga.
O 1º de Agosto não teve dificuldades para vergar o ASA por 74-66, no Arena do Kilamba, casa dos aviadores. Os rapazes do Rio Seco exibem competências de campeões em título. Paulo Macedo e pupilos não dão tréguas aos adversários.
Depois de perder com o 1º de Agosto, o Petro de Luanda teve muitas dificuldades para passar pela modesta equipa da  Universidade Lusíada, bem orientada tecnicamente pelo antigo treinador dos hendecacampeões, Manuel Silva \"Gi\". Os petrolíferos venceram por 98-90. Os erros cometidos no jogo anterior voltaram a cometê-los.
Lazare Adingono encontrou dificuldades para meter a equipa a jogar o verdadeiro basquetebol que habituou aos adeptos. O modelo de jogo apresentado na derrota de sexta-feira levou o vice-presidente para o basquetebol dos tricolores, Artur Casimiro Barros, a questionar o treinador sobre a não utilização de vários atletas sentados no banco. Quando os atletas em campo não davam contam do recado, Lazare Adingono tornou-se um espectador em campo.
Na tabela geral de classificação, o 1º de Agosto \"expulsa\" da liderança o Petro de Luanda à entrada da segunda volta. Com 19 pontos, os militares comandam, secundado pelos petrolíferos com 17, ASA (14), Marinha de Guerra (14), Interclube (12) e Vila Clotilde (12).