Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeo pretende revalidao do ttulo

Rosa Panzo - 16 de Dezembro, 2019

Seleco Nacional beneficia de repouso hoje e amanh

Fotografia: Dr

O campeão africano, em título, José Manásseis, trabalha de forma intensa para revalidar o ceptro, no Campeonato Africano de vela, da classe 470, prova a disputar-se de 12 a 18 de Janeiro, em Luanda.
Nas sessões de treino que arrancou em Luanda, na quarta-feira, o velejador trabalha a todo gás para não deixar escapar o título conquistado em Moçambique.
Moisés Camota, Seleccionador Nacional , salientou que todos os atletas trabalham com espírito de equipa, " ao lado do campeão que almeja a revalidação do título", disse.Nesta empreitada, Moisés Camota prepara a selecção composta pelos velejadores Miguel Fiel/ José Manásseis, Mário Domingos/Francisco Kilombo, José Ventura Paulo Afonso ,Feliciana da Silva Teresa Jamba, António Manasseis Chivaja.
Ontem, a equipa técnica atarefou o grupo, com corridas lentas na areia e na calçada, resistência e velocidade no mar, ao passo que hoje e amanhã, a equipa beneficia de repouso.
Sob o omando do técnico angolano, Adilson Torres, a selecção da classe 470 trabalha com sete duplas,  formadas por Francisco Artur Edvaldo Torres, Matias Montinho/ Paixão Afonso, Paulo Amaral Lúcia Felgueira, Paulo Almeida/Leonildo Feliciano, Domingas Huambo Isabel, Aline Lourenço Osvaldo da Gama, Lúcio Fernandes Geovani da Cruz.
Deste grupo,  as duplas formadas por Francisco Artur Edvaldo Torres, Matias Montinho Paixão Afonso  fizeram história, em campeonatos desta natureza. Com destaque para  a dupla Matias Moutinho e Paixão Afonso que garantiu o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016,  graças ao segundo lugar  conquistado no Campeonato Africano de Vela, na classe 470, que decorreu na Cidade do Cabo, África do Sul.
Além de Matias Moutinho e Paixão Afonso, Angola estava representada pela dupla Francisco Artur e Edivaldo Torres, que falhou a qualificação.