Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeonato de Elite decorre no Huambo

Rosa Napole?o - 08 de Junho, 2017

O torneio está orçado em um milhão de kwanzas, dos quais 45 por cento do valor é destinado aos prémios dos atletas\

Fotografia: Jornal dos Desportos

O pavilhão multiusos Osvaldo Serra Vandunen, na província do Huambo, é palco hoje da primeira edição do Campeonato de Elite designada de \"Taça Unitel\". A prova tem início às 10h00 e conta com a participação de 67 ginastas.O director técnico federativo, Agostinho Sungo, aclarou ao Jornal dos Desportos, que o cenário \"está pronto\" para a competição internacional. Na estreia do evento, apenas atletas nacionais que tiveram  historial positivo nas competições locais e internacionais, competem na Taça Unitel.

A edição experimental é disputada pelo Petro de Luanda, Petro do Huambo, Agefir de Luanda, Jackson Garcia de Benguela, Sporting do Bié, Sporting do Lubango, Benfica do Namibe e Kabuscorp do Palanca.A organização agendou duas provas: o campeonato de Elite pelas categorias de seniores, juniores e juvenis, e as provas de Tumbling por idades. As provas comportam as disciplinas de ginásticas rítmica individual e colectiva. Nos trampolins são disputadas as provas de duplo -mini e tumbling e ginástica artística.

 A realização da Taça Unitel conta com apoios da empresa de telefonia móvel, Ginnofeste produções, Governo da província do Huambo e da Associação Provincial de Ginástica do Huambo. O evento tem periodicidade trimestral. A segunda e a terceira edições estão marcadas para Agosto e Novembro. A província de Benguela é a actual campeã nas ginásticas rítmica, artística e trampolins. Por equipa, o Petro de Luanda é o vencedor do Zonal Norte.  Bié e Benguela são os campeões da Zona Centro/Sul.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Federação Angolana de Ginástica, Auxílio Jacob, aclarou os objectivos do Campeonato de Elite \"Taça Unitel\".A intenção é aprimorar a evolução da capacidade competitiva individual e colectiva dos ginastas nacionais e  relançá-los para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020\", disse.

Auxílio Jacob reconhece não ser uma tarefa fácil, mas destacou \"a definição de grandes valores\".\"Com os novos aparelhos no país, patrocinados pela Federação Internacional de Ginástica, os nossos ginastas estão preparados para competirem nos Jogos Olímpicos de Japão\'2020\".A Taça Unitel envolve 120 pessoas, entre atletas, oficiais, juízes, técnicos, delegados e convidados. O torneio está orçado em um milhão de kwanzas, dos quais 45 por cento do valor é destinado aos prémios dos atletas\", disse.