Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeonato Nacional termina com sucesso

28 de Outubro, 2019

O presidente da Federao Angolana de Esgrima, Domingos Pascoal, pediu fair-play aos atletas, de modo a transformar a competio numa festa. A Federao Angolana de Esgrima (FAE) foi constituda a 18 de Agosto de 2015.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Catarina Neto (Malanje Sport Club), Anita Donvala (Ferrovia do Huambo) e Sara Pereira (Clube Vila Clotilde de Luanda), foram as vencedoras da primeira ronda do Campeonato Nacional de Esgrima em cadete feminino, que decorreu de 25 a 27 deste mês, em Malanje.
Esgrima é um tipo de desporto olímpico disputado com armas brancas (espada, florete e sabre). A sua origem remonta à pré-história, uma vez que a arte da caça dá indícios do que viria a se tornar uma prática desportiva. Começou a ser disputada nas olimpíadas em 1896, em Atenas (Grécia), na primeira edição dos jogos olímpicos da era moderna.
Na abertura desse campeonato nacional (sexta-feira última), a esgrimista Catarina Neto do Malanje Sport Club suplantou Rosa Pascoal do INEF de Luanda por 5-4, Anita Donvala, do Ferrovia do Huambo, venceu Dulce Cabaça por 5-3 e Sara Pereira do Clube Vila Clotilde de Luanda superou Amélia Chindele do Petro do Huambo por 5-4, em cadete feminino.
Em masculino, Constantino Jaime (Ferrovia do Huambo) venceu Josué Bernardo (Malanje Sport Club) por 5-4.
Com a participação de 72 atletas das províncias de Malanje, Luanda, Huíla, Cabinda e Huambo, a 1ª edição do Campeonato Nacional de Esgrima nas categorias de cadete e absoluto, em ambos os sexos, está a ser disputada no sistema de todos contra todos, numa promoção da Federação Angolana de Esgrima (FAE).
O director do gabinete provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos, Fernandes Cristóvão, caracterizou a esgrima como a modalidade do futuro em Angola, pois tem tudo para despontar com o engajamento dos técnicos e dos esgrimistas, que têm vindo a praticar a modalidade nas diferentes regiões do país.
Encorajou a FAE a prosseguir com os esforços de massificação da modalidade, contando, para tal, com o apoio da província de Malanje, que é representada nesta edição com o maior número de atletas.
O presidente da Federação Angolana de Esgrima, Domingos Pascoal, pediu fair-play aos atletas, de modo a transformar a competição numa festa. A Federação Angolana de Esgrima (FAE) foi constituída a 18 de Agosto de 2015.