Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Candidato Paulo Madeira viaja para convencer associados

Melo Clemente - 11 de Dezembro, 2016

Paulo Alexandre Madeira concorre ao segundo mandato na FAB

Fotografia: Vigas da Purificação

Com o lema "Pelo Basket-Por Angola, o candidato da lista B às eleições na Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Paulo Alexandre Madeira, segue viagem esta manhã para o Sumbe, província do Cuanza Sul, onde vai fazer a apresentação das linhas de força do seu programa de acção, para o quadriénio 2016/2020.

Depois de ter apresentado a composição da sua lista na última sexta-feira, no Royal Park, em Talatona, onde se destaca a presença do  Manuel Arnaldo de Sousa Calado, que assume a presidência da Mesa da Assembleia-Geral, em substituição de Carlos Manuel Neves Cunha, Paulo Alexandre Madeira, candidato que concorre à própria sucessão, dá hoje início ao périplo pelo interior do país, na caça ao voto, com vista o pleito do dia 22 do mês em curso.

Intensificar acções promocionais para a obtenção de recursos que suportem o treino de atletas jovens, em regime de centro espacial de treino, manter o comprometimento em levar o basquetebol de alto rendimento a todas as províncias que possuem condições infra-estruturais para a prática da modalidade, aumentar o número e registo de praticantes de basquetebol, transformar  o resultado da massificação em atletas federados, motivar de alguma forma a sua inserção em clubes existentes, apoiar também o surgimento de novos clubes, focar o apoio da FAB aos clubes que trabalham principalmente com os escalões de formação em todas as categorias entre outros, constam das principais linhas de forças do programa de acção do candidato da lista B, que luta para o seu segundo mandato.
De acordo com o presidente cessante da Federação Angolana de Basquetebol, apesar do sucesso desportivo obtido nos últimos quatro anos, existem aspectos que ficaram por  melhorar.
"Estamos aqui mais uma vez para fazer formalmente a apresentação daquilo que são as nossas ideias e o nosso programa de acção para os próximos quatro anos, caso, tenhamos sucesso no pleito eleitoral do dia 22. Gostavamos de fazer uma breve resenha daquilo que foram os nossos sucessos e insucessos nos últimos quatro anos. Nós, em 2013, quando assumimos a direcção da FAB, encontramos uma Federação que é felizmente para nós, das mais estruturadas do nosso país e do continente africano. E, apresentava-se difícil para nós corresponder às expectativas. Apesar das dificuldades que marcaram o nosso país nos últimos três anos, fundamentalmente do ponto de vista financeiro, o basquetebol angolano continuou triunfante em quadro ano das nossa actividade, conquistamos quatro afrobasket´s, vencemos todas as provas de clubes, participamos em três campeonatos mundiais com prestações aceitáveis e evoluímos bastante naquilo que é a nossa comunicação com os nossos associados", revelou Paulo Alexandre Madeira.  A formação de treinadores dos mais diferentes níveis e de árbitros vai continuar a merecer atenção especial do elenco cessante.

"Temos consciência que só a apostar na formação de treinadores e árbitros é que vamos conseguir melhorar a qualidade da nossa modalidade".

Posteriormente, o presidente cessante da FAB, ruma para a cidade das Acácias Rubras,  onde vai manter igualmente um encontro com a massa votante daquela parcela do território nacional.

Na segunda-feira, dia 12, Paulo Alexandre Madeira  trabalha nas províncias do Huambo e Bié, respectivamente. No dia 13, a lista B trabalha na província da Huíla, passa pelo Namibe, isto no dia 14, culmina o périplo na província da Lunda Norte.

Em Luanda, uma das maiores praças do basquetebol nacional, vai nestar um grupo a trabalhar com os clubes e com a Associação provincial, segundo fez saber o presidente cessante.